Publicidade
Esportes
GRANDE FINAL

Fast Clube conquista vaga para a principal competição de base do futebol nacional

O tricolor ficou com a taça do Campeonato Amazonense de Futebol Júnior (sub-20) e vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018 08/09/2017 às 22:19 - Atualizado em 08/09/2017 às 23:29
Show capturar
Final, como já era de se esperar, foi bastante movimentada, com Rio Negro e Fast Clube (Foto: Antônio Lima)
Jéssica Santos Manaus (AM)

O Fast Clube é o grande campeão do Campeonato Amazonense de Futebol Júnior (sub-20), conquistando vaga para disputar a principal competição de base do futebol nacional, a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018. O tricolor ficou com a taça, mesmo tendo perdido a segunda partida da decisão para o Rio Negro pelo placar de 2 a 1, por ter feito a melhor campanha.

Com gols de Juninho, para o Fast, e dois de Gustavo, para o Galo, a final aconteceu na noite desta sexta-feira, 8,  na Arena da Amazônia, com público de mais de mil torcedores. O rolo compressor havia ganhado o primeiro jogo contra o galo por 2 a 1.

O jogo

A grande final, como já era de se esperar, começou bastante movimentada, com Rio Negro e Fast Clube buscando o ataque. A parceria alvinegra entre Patrick e Cyro quase dá certo logo aos 6 minutos,  mas o goleiro Miguel conseguiu defender. 

Vitinho também não conseguiu concluir seus passes, mas foi ele quem chegou buscando a finalização várias vezes para o Rio Negro, logo antes dos 10 minutos da primeira etapa.

Correndo atrás de buscar o resultado, o Rio Negro conseguia pressionar o rolo compressor, que apenas se defendia. Mas, na tentativa de levantamento na área feita por Luan, a bola passa por todo mundo, na primeira finalização do Fast Clube, aos 15 minutos.

Aos 18 minutos, contra-ataque da equipe do Galo, Patrick limpou o lance e bateu para o gol , mas, tranquilo, o goleiro Miguel defendeu novamente. 

O Rio Negro perde muitas chances de gol pelo setor esquerdo, mas segue melhor no jogo. 

Após uma sequência de ataques, o jogo fica um pouco mais calmo, após paralisações por faltas.

Aos 29 minutos, falta para o tricolor de aço, e no toque de cabeça de Fernando, a bola passa ao lado esquerdo da trave, levando perigo, mas não entra.  Assim, o Fast começa a aparecer mais no jogo. 

Lançamento com Patrick do lado esquerdo, que domina, mas a zaga tira, e a bola vai para a linha de fundo. Escanteio para o Rio Negro aos 35 minutos do primeiro tempo, mas a defesa novamente afasta o perigo.

O jogo continua lá e cá, com tentativas de ataque que acabam não dando certo.  Aos 37' do primeiro tempo, 
no rebote da zaga, o número 7, Juninho, veio com velocidade, e mandou para o gol, sem chance para o goleiro Marcelo, que bateu roupa. 1 a 0, Fast Clube. 

Agora, aos 39', o Fast pressiona, e mais uma vez com Juninho no ataque pelo meio, o rolo quase chega ao segundo gol, mas o chute do número 7 foi desviado pela zaga.

O Rio Negro tenta o ataque, mas se frustra com a defesa do Fast, que tira, e parte para o contra-ataque com Vitinho, mas a defesa do Galo consegue evitar um segundo gol do Fast. Final do primeiro tempo.

O Fast volta pra o segundo tempo com a intenção de segurar o placar vantajoso que adquiriu, e o Rio Negro vem para o ataque. 

Aos 5', Eduardo lança a bola no setor direito pra Caiki , que ajeita, e bate para o gol com perigo, mas a bola acaba indo para a linha de fundo. Por pouco o Rio Negro não empata a partida. 

Aos 12', o Fast mostra que continua querendo jogo, avançando no contra-ataque, com Vitinho em alta velocidade, mas é cortado pela zaga do Galo. Aos 14', logo depois, novo ataque do Fast e falta dura em cima de Juninho.

Mas o jogo continua, com Patrick, do Rio Negro, dominando a bola pela esquerda, aos 15 minutos,  mas o ataque demora a armar uma jogada, e Patrick acaba chutando a bola para a linha de lado.

Os times atacam e contra-atacam, mas não conseguem finalizar com perigo.  Aos 23', Vitinho tenta de longe, e a bola passa raspando a trave. Jogo lá e cá.

Aos 25', ataque perigoso do Rio Negro, num cruzamento na grande área, Gustavo, que tinha acabado de entrar, recebe a bola  e com um toque de cabeça, manda direto para o fundo do gol. 1 a 1.

O tempo passa, 35' do segundo tempo, e o Rio Negro continua subindo pela direita, buscando o ataque, mas a defesa do Fast evita nova chegada perigosa do Galo.

Aos 39', Vitinho do Fast chega com velocidade, fugindo sozinho da zaga, e chuta. A bola é desviada pelo goleiro Marcelo, mas por pouco o Fast não marca mais um gol.

Aos 42 minutos, é marcado o pênalti para o Atlético Rio Negro Clube. Gustavo bate no canto esquerdo, e marca novamente. 2 a 1, para o Galo, que vira o jogo, e ainda precisa de mais um gol para levar às penalidades máximas. 

No final, o Galo continuou pressionando, assim como o Fast, mas o jogo terminou em 2 a 1, Rio Negro, e vitória do Fast no Campeonato.

Publicidade
Publicidade