Publicidade
Esportes
Craque

Fast Clube volta a ‘massacrar’ o Rio Negro e confirma vantagem nas semifinais do Barezão

O Rolo Compressor atropelou geral a jovem equipe do Galo e voltou a aplicar sonora goleada na despedida do time Barriga Preta no Estadual. Com a vitória aliada a derrota do Princesa, o Tricolor joga por dois empates para chegar a final 25/05/2015 às 09:46
Show 1
"Sai, inhaca!". Felipe marcou seu primeiro gol no Barezão com a camisa do Fast Clube.
Denir Simplício Manaus (AM)

Uma tragédia anunciada. Assim poderíamos taxar a partida entre Fast Clube e Rio Negro na tarde deste domingo (24),no estádio Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus. Tragédia para os meninos do Galo, que – assim como no primeiro turno - foram mais uma vez “atropelados” pelo Rolo Compressor: 7 a 0.

Com a goleada sobre o time Barriga Preta, aliada a derrota do Princesa frente ao Nacional, o Tricolor de Aço chegou aos 40 pontos e se firmou na segunda posição na fase classificatória do Barezão,  e decidirá a vaga na final do campeonato com a vantagem de jogar por dois resultados iguais contra o Tubarão.

O massacre começou aos 19 minutos de jogo, quando Tiago Pereira fez de voleio, após passe de Felipe: 1 a 0. O segundo veio pelos pés do zagueiro Ediglê que, aos 32,  aproveitou bate rebate na zaga do Galo e empurrou pro gol: 2 a 0. Em lance de disputa de bola Tiago Pereira levou um corte na cabeça e mesmo assim, aos 36, cabeceou e fez o terceiro do Tricolor, depois de bom cruzamento de Kremer: 3 a 0, e fim de primeiro tempo.

Para a segunda etapa, o técnico do Fast  João Carlos Cavalo resolveu retirar Tiago Pereira para a entrada de Luisão e o atacante não decepcionou. Aos 23 minutos, o camisa 18 não desperdiçou bom passe de Kremer e marcou o quarto do Rolo Compressor: 4 a 0. Nem deu tempo de os “Galinhos da Praça da Saudade” se recuperarem e Felipe - que não havia marcado gol ainda no Barezão 2015 - fez o quinto, após bela jogada de Romarinho: 5 a 0.

Depois de fazer o gol “Sai, inhaca!”, Felipe deu passe para Willian Kremer marcar o sexto gol, aos 34 minutos: 6 a 0. A  torcida do Tricolor nas arquibancadas do Zamithão começou a gritar: “Só faltam dois”, em alusão a goleada imposta sobre o mesmo Rio Negro no primeiro turno. Na ocasião, o Rolo passou por cima do Galo com sonoros 8 a 1. E o mesmo Kremer aumentou o castigo sobre o Galo aos 42 minutos, depois que Amaral fez grande jogada e cruzou da linha de fundo: 7 a 0.

Felipe e Luisão ainda tentaram marcar o oitavo, mas ficou nisso. O Rolo Compressor conseguiu terminar o segundo turno na frente do Princesa do Solimões e fará a semifinal contra o Tubarão com o direito de jogar por dois empates para chegar a mais uma final de Barezão. A primeira partida da semifinal está marcada para o próximo sábado (30), na Colina.

Publicidade
Publicidade