Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-03-13_at_20.30.01_8A2BAF51-E19B-4385-8B1C-188A30B4BEEF.jpeg
publicidade
publicidade

TUDO IGUAL

Fast e Iranduba empatam em 1 a 1 na abertura do 2º turno do Barezão

Em noite de estreia de reforços, campeão do 1º turno não conseguiu superar o Hulk e terminou partida com um jogador expulso


13/03/2019 às 22:34

Repetindo o placar do 1º turno, Iranduba e Fast empataram pelo placar de 1 a 1 na Arena da Amazônia, nesta quarta-feira (13), no jogo válido pela primeira rodada do 2º turno do Barezão.

Os gols da partida foram marcados por Natan, do Iranduba, e Ronan para o Fast.

O técnico do Fast Vladimir de Jesus disse que a equipe conseguiu criar boas jogadas, mas ainda precisa melhorar nas finalizações. "A tônica nossa é que a gente perde muito gol. Precisamos melhorar nesse quesito pra ter mais facilidade nos jogos. A gente tem que respeitar o adversário que enfrenta, mas t aproveitar nosso poderio ofensivo e fazer mais gols", disse o técnico.

Vladimir de Jesus escalou alguns reforços recém-chegados na equipe, mas disse que ainda não é o momento para fazer uma avaliação sobre o desempenho dos atletas.

Na próxima rodada o Iranduba joga contra o Manaus, no sábado (16). Já no domingo (17) o Fast encara o Rio Negro. Ambos os jogos serão no estádio Ismael Benigno, a Colina.

O jogo

Com quatro reforços no time titular o Fast deu a saída. De pé em pé, foi trabalhando a bola, mas a marcação alta do Iranduba bloqueava as chegadas ofensivas do Tricolor de Aço.

O relógio da partida marcava 12 minutos e as duas equipes seguiam sem finalizar. Mas um minuto depois o Iranduba ameaçou pela primeira vez com cabeçada de Linno no meio do gol.

Aos 14 minutos, o Fast chegou com perigo na ponta esquerda em chute cruzado de Ronan na entrada da grande área, mas com defesa de Thiago Rocha. No rebote do goleiro, o lateral Batata, do Fast, chutou de dentro da pequena área, mas o zagueiro Linno tirou em cima da linha.

Aos 21 minutos, em cobrança de escanteio do Iranduba, o meio-campo Branco cruzou e o zagueiro Natan estufou a rede em cabeçada dentro da pequena área, abrindo o placar para o Hulk.

Na volta da parada técnica, aos 27 minutos, o Fast passou a trocar mais passes, procurando espaço na defesa do Iranduba. A postura do Hulk permanecia defensiva, apostando nos contra-ataques puxados pelas laterais do campo.

Aos 33 minutos, Tavinho cobrou escanteio para o Fast, o goleiro Thiago Rocha socou errado a bola, e na sobra Rafael Borges chutou dentro da grande área, mas a bola desviou na defesa do Hulk e foi por cima do gol.

O Rolo Compressor seguia pressionando, mas o Hulk continuava fechado no seu campo defensivo esperando chance do contra-ataque.

Aos 40 minutos, Willian Sarôa cobrou falta para o Fast próxima ao meio de campo, mas de soco o goleiro Thiago Rocha mandou para longe da sua meta.

Pelo lado direito, o Tricolor de Aço seguia pressionando, tentando triangulações entre Ramonzinho e Batata, mas o setor defensivo do Iranduba segurava o ataque fastiano.

Aos 46 minutos, em contra-ataque, o Iranduba chegou com perigo. Da entrada da área, Branco chutou no canto esquerdo e o goleiro Roger Kath defendeu, jogando a bola para linha de fundo e finalizando o primeiro tempo.

Sem mudanças nas duas equipes, a segunda etapa começou e o Fast continuou propondo um estilo bastante ofensivo, pois corria atrás do empate. O Iranduba seguia recuado esperando explorar os contra-ataques.

Aos 4 minutos, o Hulk chegou ao ataque puxado por Neto Pitbull, que abriu na ponta direita e com chute cruzado mandou por cima do gol. No minuto seguinte, o Fast chegou ao empate com chute de fora da área de Ronan. Com desvio no meio do caminho, a bola enganou o goleiro Thiago Rocha e foi "morrer" no canto esquerdo.

Após igualar o placar, a equipe do Fast seguia no ataque e, aos 8 minutos, Ronan chutou na entrada da grande área, mas a bola foi no meio do gol facilitando a vida do 'guarda-redes' do Iranduba.

Aos 15 minutos, foi marcada falta perigosa a favor do Fast, mas, na cobrança, Willian Sarôa desperdiçou mandando a bola na barreira. A partida seguia dominada pelo Rolo Compressor e o Iranduba não conseguia mais trocar passes.

Aos 20 minutos, o Iranduba tentou o ataque com jogada no meio do campo puxada por Gabriel do Carmo, mas, na hora do passe, Guilherme recebeu adiantado e foi marcado impedimento.

O Iranduba voltou a gostar do jogo e, aos 23 minutos, em jogada trabalhada, Guilherme pegou a bola na entrada da grande área, mas desperdiçou o chute mandando por cima da meta do Fast.

No jogo lá e cá, as duas equipes desperdiçavam chances claras de gol, esquentando ainda mais o clima da partida. Aos 36 minutos, o volante do Fast Rafael Borges pegou a bola da intermediária e soltou a bomba passando perto do ângulo direito do goleiro Thiago Rocha.

Dois minutos depois, o Fast chegou de novo com perigo. Ronan recebeu passe dentro da grande área de Willian Sarôa, mas na hora do chute acabou isolando.

O fim do jogo ficou bastante faltoso e aos 46 minutos o zagueiro do Fast acabou expulso por reclamação. Com um a menos, o Tricolor de Aço recuou o time e conseguiu segurar o empate contra o Hulk.

publicidade
publicidade
Treinador do Nacional nega ter ido contra decisão da diretoria em ação TJD
Casal é preso por roubar celular e R$ 490 de avós de 80 e 72 anos em Iranduba
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.