Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
PicMonkey_Collage.jpg
publicidade
publicidade

Barezão 2017

Fast e Manaus se enfrentam em duelo de técnicos mais antigos no Barezão

Na disputa dos técnicos mais duradouros do Barezão, o Fast, do técnico João Carlos Cavalo mede forças com Igor Cearense, do Manaus


08/04/2017 às 05:00

O duelo entre Manaus e Fast, no estádio da Colina, às 16h de hoje, colocará frente a frente os dois técnicos mais longevos do Barezão. De um lado João Carlos Cavalo, que comanda o Rolo Compressor há dois anos, completados no último dia seis e do outro,   Igor Cearense está à frente do Gavião do Norte há um ano e oito meses.

“Eu acho que em primeiro lugar, tem que agradecer a Deus por me trazer em Manaus novamente e por ter a confiança do presidente, da diretoria e neste trabalho conquistamos um título. Tudo faz parte de um conjunto. O título que conseguimos traz um respaldo bom para a consistência que a equipe tem nos jogos”, disse João Carlos Cavalo. Igor Cearense, que chegou ao Manaus em agosto de 2015, também se disse feliz pela confiança. “A gente fica feliz com a confiança que a diretoria deposita no nosso trabalho a longo prazo. Fazendo bons jogos, mas chegando no momento de buscar a classificação e brigar por títulos”, explicou.

Além da durabilidade dos trabalhos os dois técnicos têm outra  coisa em comum: brigam por vagas no G4. O Fast é o terceiro, com oito pontos. O Manaus, tem dois pontos a menos e está em quinto. O Manaus celebra o fato de não levar gols há três jogos e espera não sofrer gols e marcar também. Em torno disso foi a preparação do Gavião.

“A gente tá bem vem de um crescimento bom dentro da competição. Há três jogos que a defesa não toma gol e estamos conseguindo bons resultados. A gente tá bastante focado porque o Fast é uma equipe forte e bem treinada, bem organizada então temos que ter muito cuidado, mas a gente tem armado a nossa equipe para quem saber surpreender o Fast”.

Entre os desfalques do Manaus estão Juninho, que cumpre suspensão e Deurick que é dúvida para a partida. As peças que substituirão os jogadores ainda não foram definidas.

Vindo de vitória contra o Holanda, o Fast quer dar sequência de vitórias e com esse plano em mente, João Carlos Cavalo declara que a partida é importante. “A gente entende que é um jogo importante. É um jogo de seis pontos com um adversário direto”, disse o técnico fastiano.

Conhecidos

Igor e Cavalo já se enfrentaram duas vezes no Barezão e o retrospecto é de uma vitória do Fast por 1 a 0 na primeira rodada do ano passado e um empate em 1 a 1 na oitava rodada. Os treinadores assumem que esses encontros acabam facilitando a leitura de jogo do adversário, por isso tanto o técnico tricolor como o técnico do Gavião admitem que sempre têm uma carta na manga para surpreender.

“Muitas vezes é difícil manter segredo de uma formação porque a gente e eles têm uma maneira de jogar desde o ano passado, mas a gente sempre tenta ajustar uma coisa ou outra. Uma bola parada, uma variação tática. Isso são pré requisitos a mais que fazem diferença na hora da partida”, finalizou.

Ficha Técnica

Fast: Guanair Jr, Emerson, Thiago , Bianor, Andrezinho, Dinamite, Rafael, Raílson Robinho, Charles e Léo. Tec João Carlos Cavalo

Manaus FC: Jonhathan, Átila, Ediglê, Igor (Elton), Netinho (Matheus), Iton, Hamilton, Thiago Amazonense, Túlio, Binho e Adrianinho. Tec Igor Cearense

 Estádio: Ismael Benigno 

Árbitro: Edmar Campos da Encarnação

 

publicidade
publicidade
Justiça Desportiva do Amazonas suspende final entre Fast Clube e Manaus
Bicampeão no Manaus, volante Juninho quer tri do Barezão vestindo a camisa do Fast
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.