Publicidade
Esportes
Craque

Fast e Penarol decidem o primeiro lugar do grupo B em Manaquiri

Os melhores times do primeiro turno, no Grupo B, se enfrentam em Manaquiri neste sábado (09) 09/03/2013 às 11:05
Show 1
Cacau é responsável pela armação das jogadas no Tricolor de Aço
Bruno Tadeu e Paulo Ricardo Oliveira ---

Aos 33 anos, o meia Igor Cearense vive o que talvez seja o auge de uma boa parceria com o Penarol. Mais experiente, ele é referência no time em que pretende encerrar a carreira este ano, mas vive uma luta constante contra as lesões, comuns nessa reta final da profissão. Para a partida contra o Fast, neste sábado (09), às 15h30, no Estádio Valdomiro Gusmão, em Manaquiri (a 68 quilômetros de Manaus), o veterano é dúvida.

Com dores no joelho direito desde a partida contra o Holanda, na estreia, quando sofreu uma pancada na região, ele tenta se recuperar para aguentar os 90 minutos contra o Rolo Compressor. “Já venho sentindo desde o primeiro jogo uma pancada muito forte, mas o professor Lana é muito inteligente e a gente está intercalando academia e campo, dosando, para que no jogo a gente não venha sentir dores”, disse.

 Em se tratando de moral, no entanto, o meia está em alta com a torcida. Morador de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), ele conhece a responsabilidade de defender o Leão da Velha Serpa. “Hoje, eu me sinto da cidade. Já fiz grandes amizades, tanto dentro quanto fora de campo, familiares próximos, então estou muito feliz com a região. A cidade me acolheu”, exalta.

Um dos bons amigos de profissão do atleta é o técnico Aderbal Lana. Segundo Igor, o treinador influenciou para que ele não encerrasse a carreira já em 2012. “Eu ia parar e o professor Lana me motivou para continuar. Estou feliz no Penarol porque consigo render bem aos 33 anos. Espero encerrar com um título estadual”, vislumbrou.

Sem saber se vai contar com Igor, que pode dar lugar a Kitó, Lana ainda tem dúvidas quanto ao volante Thompson, que sente dores no tornozelo. As chuvas frequentes da semana também causaram dores de cabeça para o treinador. “Ainda não tenho certezas porque não estamos tendo condição de treinar. Estamos treinando em campos sem dimensões adequadas”, lamentou. O Penarol é o vice-líder do Grupo B, com sete pontos em três jogos e 11 gols de saldo.

Publicidade
Publicidade