Publicidade
Esportes
FUTEBOL

Fast e Rio Negro disputam segundo jogo das finais do Campeonato Amazonense Sub-20

No Tricolor, o meia Adson Bindá Gomes Júnior, o Juninho, de 19 anos, busca o terceiro título com a camisa do clube 07/09/2017 às 15:08
Show capturar
O meia teve experiência no futebol europeu, atuando na Alemanha e Polônia (Foto: Divulgação/Emanuel Mendes Siqueira)
acrítica.com Manaus (AM)

Os times do Fast e Rio Negro fazem nesta sexta-feira, 8 de setembro, a partir das 20h, na Arena da Amazônia, o segundo jogo das finais do Campeonato Amazonense de Futebol Sub-20 de 2017. No Tricolor, o meia Juninho busca o terceiro título com a camisa do clube.

Adson Bindá Gomes Júnior, o Juninho, tem 19 anos e começou a carreira na base do Nacional. Passou também pela Escolinha do Santos e Asa da Amazônia, jogando também no Paraná Clube. O meia teve experiência no futebol europeu, atuando na Alemanha e Polônia. Bagagem que transformou o atleta num dos pontos de equilíbrio do time do técnico Darlan Borges no Estadual.

Em 2017, Juninho tem dois gols marcados e vem se destacando pelas assistências aos companheiros. Como o Fast venceu o por 2 a 1 no jogo de ida, o sonho do tricampeonato é motivo de ansiedade para o meia, que mora no Crespo, Zona Sul de Manaus.

“Já fui campeão no Juvenil e Juniores pelo Fast, então esse seria meu terceiro título pelo clube. Agora, acho que vai ser jogo um competitivo, pois o Rio negro vem com força total, vai jogar sem responsabilidade. Quando um time vem dessa forma, consegue ter mais confiança para fazer uma jogada na qual pode dar certo, então teremos que ter o dobro de atenção, fazer a parte difícil do jogo que é a marcação, obedecer taticamente e sair nos contra-ataques”, comentou o camisa 7.

Apesar da vantagem de até poder perder por 2 a 1, o jogador do Fast não quer dar chances para o azar. Ele acredita que a melhor maneira de confirmar a taça é não abrir mão da ofensividade.

“Temos uma ótima vantagem, no entanto, vamos jogar para vencer como sempre fizemos em todas as partidas”, concluiu Juninho.

O técnico Darlan Borges não fez mistério e confirmou a escalação da equipe na véspera da partida. Assim, o grupo que encara o Galo será formado por Miguel, Luan, Thiago, Fernando e Mateusinho; Bombado, Cleiton e Juninho; Vitinho, Vinicius (Caio) e Max.

Arbitragem

A decisão será dirigida por Freddy Fernandez (árbitro), Alexsandro Lira (assistente 1), Eliane Nogueira (assistente 2), Carlos Augusto de Souza (quarto árbitro) e Edelson Brito (quinto árbitro).

Publicidade
Publicidade