Publicidade
Esportes
CLÁSSICO

Fast e Rio Negro se enfrentam neste domingo (25) por vaga na final do Barezão

Rolo Compressor entra em campo mais descansado, mas enfrenta um Galo motivado após se classificar diante do Princesa do Solimões 25/02/2018 às 07:39
Show fast rio negro
Duelo entre os times comandados por Paulo Morgado e Aderbal Lana vai definir quem garante o primeiro troféu do Barezão. Foto: Arquivo AC
Valter Cardoso Manaus (AM)

Dois dos times mais tradicionais do futebol amazonense se enfrentam em busca de uma vaga na final do primeiro turno do Barezão 2018. Neste domingo (25), Fast e Rio Negro entram em campo na Arena da Amazônia, na Zona Centro-Sul de Manaus, às 16h.

Com o primeiro lugar do grupo B, o Fast garantiu presença nesta fase da competição com antecipação e não precisou jogar as quartas de final e a  folga de uma semana pode fazer a diferença dentro de campo.

“Tivemos um pouco mais de tempo para trabalhar, mas de qualquer maneira antes do julgamento também tivemos o cuidado de nos preparar caso nos fosse tirados os três pontos. Acabamos mantendo os pontos e estamos prontos para fazer o jogo contra o Rio Negro”, analisou Paulo Morgado, técnico do Fast sobre o imbróglio jurídico que poderia ter mudado os confrontos da competição.

O português também explicou que espera equilíbrio na partida. “O que faz a diferença na hora da partida, a concentração, a dedicação. Isso sim vai fazer diferença no resultado”, pontuou. 

O Rio Negro entra em campo três dias depois de ter enfrentado a primeira "decisão" do campeonato, quando eliminou o Princesa do Solimões, e já se prepara para mais um confronto fundamental. Ainda assim, o técnico do Galo destacou que outros fatores devem determinar o resultado da partida, não apenas a parte física.

“O futebol é jogado, não tem diferença nenhuma, evidentemente que você sente um pouco mais, mas estamos focados em fazer um bom jogo e trazer essa vitória a qualquer custo”, explicou Aderbal Lana, que também ressaltou a importância deste jogo para os planos do time. “Esta partida está  sendo tratada como uma peça importante a nível de futuro, o Rio Negro vem buscando sempre, nos últimos anos, um calendário para que a equipe ressurja a nível de Brasil. Então nós sabemos da responsabilidade que nós temos e vamos trabalhar muito para que as coisas corram bem e conseguir um resultado que nos favoreça”, finalizou Lana.

Publicidade
Publicidade