Publicidade
Esportes
'Papado' na Curuzu

Fast perde para o Paysandu e é eliminado da Copa Verde novamente

Tricolor de Aço pecou defensivamente no primeiro tempo e caiu frente ao Papão, na Curuzu, por 3 a 0. Com a eliminação, jovem equipe do Rolo Compressor volta suas atenções para a disputa do Barezinho 2016 28/03/2016 às 12:54
Show spo 6
Betinho aproveitou as falhas do Tricolor e marcou dois gols na vitória do Paysandu
Akira Onuma Manaus (AM)

O Fast Clube foi eliminado mais uma vez da Copa Verde. Desta vez o algoz do Tricolor de Aço foi o Paysandu, em partida disputada na noite deste domingo (27), no estádio da Curuzu, em Belém. O Papão, mesmo com vários desfalques, foi superior ao time amazonense e venceu por 3 a 0, com gols de Betinho, duas vezes, e Rodrigo Andrade, o Pelezinho.

Nem mesmo a presença dos veteranos Lima e Ediglê ajudou o jovem time tricolor a conseguir a classificação após empate em 1 a 1, na Arena da Amazônia. Aliás, um outro veterano acabou atrapalhando o sonho fastiano. Em lance de pura imaturidade, o atacante Claílson foi expulso por reclamação ainda no primeiro tempo e deixou o Fast com um jogador a menos desde os 35 minutos de jogo.

Com a derrota, os garotos do Rolo Compressor voltam suas atenções exclusivamente para a disputa do Amazonense de Juniores, na qual são favoritos ao bicampeonato.  

Falhas e adeus

Como no jogo de ida na semana passada, na Arena, o Fast se postou em seu próprio campo, tentando marcar um gol em lance de contra-ataque. Porém, logo aos 9 minutos de jogo veio o primeiro golpe do Papão, que jogava diante de sua fanática torcida. A zaga do Fast afastou mal, Betinho foi lançado na pequena área e não perdoou. 1 a 0 Paysandu.

Aos 15 minutos, no único lance de perigo do Fast na primeira etapa, Yan tentou o chute, a defesa cortou e no rebote Claílson mandou por cima do travessão. Depois disso só deu Papão. Aos 32min, Lucas alçou bola na área fastiana, Thiago não alcançou  e Pelezinho, livre na pequena área, dominou e tocou por baixo de Bruno Saul. 2 a 0 Paysandu.

O jogo já estava complicado para o Rolo Compressor e ficou ainda mais quando o atacante Claílson deu verdadeiro “piti”, aos 35 minutos.  O camisa 9 recebeu carga nas costas e caiu, segurando a bola e pedindo a falta. O árbitro inverteu a infração e acabou lhe aplicando o segundo cartão amarelo e em seguida o vermelho.

Choveu  forte durante o primeiro tempo na Curuzu e o campo pesado começou a fazer suas vítimas, todas do Paysandu. O técnico Dado Cavalcanti teve de usar o banco de reservas e o  infindável Vélber foi pro jogo em substituição a Raphael Luz. E, pasmem,  o veterano deu novo gás ao Papão. Foi com lançamento do jogador de 37 anos que Betinho, aos 42min fez o terceiro tento do Bicolor paraense. O camisa 9 do Papão aproveitou nova falha defensiva do Fast, dessa vez do lateral Ricardinho, e escorou de cabeça. 3 a 0 Paysandu, e fim de primeiro tempo.

O time comandado por Darlan Borges ainda sofreu pressão do Papão por todo o segundo tempo. Mas evitou novas falhas, segurando a derrota pelo marcador de 3 a 0. Assim, o Tricolor acabou, pela segunda vez, eliminado da Copa Verde. Vale lembrar, que o Fast só voltou ao torneio por conta de irregularidade promovida pelo Águia de Marabá.

Publicidade
Publicidade