Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Rolão

Fast vai até Manicoré, bate o CDC e dorme líder do grupo B do Barezão

Com direito a pênalti defendido por Labilá no fim do jogo e gol de William Saroá, o Rolo Compressor assumiu a ponta de sua chave e agora seca o Manaus FC contra o Penarol para se manter na liderança do torneio



show_eb598314-0253-4d26-b6cf-6f26d97c16d6.jpg Tricolor venceu a segunda no Barezão (Foto: Divulgação/Fast)
03/02/2018 às 19:05

O Rolo Compressor segue "atropelando" os adversários no interior do Estado. Após vencer o Princesa do meio de semana, em Manacapuru, este sábado (3), o Fast foi até Manicoré e venceu o CDC por 1 a 0 -  gol de William Saroá - e assumiu a liderança do Grupo B, com seis pontos. No próximo sábado (10), o Tricolor de Aço tem o clássico Pai-Filho, diante do Nacional, e um novo triunfo pode colocar o time do técnico Paulo Morgado na semifinal do primeiro turno do Barezão 2018.

Como o treinador Paulo Morgado havia previsto, o duelo contra o CDC Manicoré, do técnico João Carlos Cavalo, foi bastante difícil. Atuando no estádio Bacurauzão lotado, o Tricolor enfrentou o gramado pesado e conseguiu trazer os três pontos para a capital.

O gol do meia-atacante William Saroá, ainda na primeira etapa deu a tranquilidade que a equipe fastiana precisava para segurar o ímpeto do Bacurau. No entanto, nos minutos finais, a pressão do CDC foi grande e foi aí que brilhou a estrela do goleiro Labilá. O camisa 1 do Fast defendeu pênalti cobrado por Joiner Tanque e garantiu a segunda vitória do Rolo Compressor no Estadual 2018.

"O jogo foi muito bom, conseguimos o nosso objetivo de ter vencido mais uma partida fora de casa e somar três pontos. O campo é muito pesado, mas um campo que dava pra se jogar. A equipe adversária é muito boa também, com bastante jogadores novos, mas um time muito bem postado e tem um grande treinador.O jogo foi muito bom, conseguimos o nosso objetivo de ter vencido mais uma partida fora de casa e somar três pontos. O campo é muito pesado, mas um campo que dava pra se jogar. A equipe adversária é muito boa também, com bastante jogadores novos, mas um time muito bem postado e tem um grande treinador", comentou William Saroá, relatando como foi o gol da vitória do Tricolor.

"Saiu uma falta na entrada da grande área, o Jamesson rolou pro lado e eu tive a felicidade de pegar bem e fazer o gol. Depois suportamos a pressão do adversário, mas graças a Deus deu tudo certo", concluiu o autor do único gol da partida em Manicoré.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.