Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
CAMPEONATO

Fast vence Rio Negro por 2 a 0 na segunda rodada do campeonato amazonense

Os dois gols do jogo foram marcados em cobranças de pênaltis convertidas por William Sarôa e Charles Chenko. Os times voltam a jogar no próximo sábado (16) e domingo (17)



fast_agora_0266CCFF-965D-46E9-A5D7-19FDED8BA300.JPG O próximo jogo do Fast é contra o Oeste, válido pela Copa do Brasil (Foto: Euzivaldo Queiroz)
09/02/2019 às 17:26

Com dois gols de pênalti, o Fast Clube venceu o Atlético Rio Negro Clube, pelo placar de 2 a 0, na Arena da Amazônia, Zona Centro-Sul, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato amazonense de Futebol. Os gols foram marcados por William Sarôa e Charles Chenko.

Na terceira rodada do Barezão, no sábado (16), o Rio Negro vai enfrentar o Iranduba, no Estádio Carlos Zamith, Zona Leste, às 15h; e o Fast enfrenta o Penarol, no domingo (17), também no Zamith, às 15h30.

Antes da rodada do campeonato amazonense, o Fast enfrenta na quinta-feira (14), o Oeste, pela Copa do Brasil, às 20h30, na Colina.

O jogo

Logo no início da partida, aos 2 minutos, Jardel, do Rio Negro, partiu no ataque pela direita e chutou de longe, mas a bola passou à direita do gol. Depois, aos seis minutos, num escanteio cobrado pelo Rio Negro, a bola sobrou para Jardel chutar de longe novamente, mas o jogador de novo errou a mira.

Aos 8’, William Sarôa, do Fast Clube, bateu muito bem a falta a favor da sua equipe, e a bola foi em cima do gol, mas não entrou nem na sobra.

Nos minutos seguintes, o jogo seguiu com algumas faltas e poucas boas chances de gol para ambas as equipes. Renan, do Rio Negro avançava pela lateral esquerda, mas não conseguia concluir as jogadas e, enquanto isso, o Fast investia nos erros do adversário para ter oportunidades.

Aos 34’, Jardel avançou com a bola sozinho, driblou o zagueiro do Fast, e chutou ao gol, mas o goleiro Roger Kath defendeu para o tricolor.

Aos 38’, foi a vez do Rolo compressor chegar com perigo. Numa cobrança de falta, o camisa 11, William Sarôa chutou direto para o gol, e a bola passou raspando por cima da trave, assustando a torcida Rio-negrina.

Aos 46’, o Fast teve a melhor chance do primeiro tempo, quando a bola foi lançada à grande área, passou por todos do ataque, beirando a linha do gol, mas o goleiro Guanair evitou que o Fast abrisse o placar.

Logo no início do segundo tempo, aos 3’, Ronan, do Fast, invadiu a área e foi derrubado por Marcos do Rio Negro, pênalti marcado a favor do Fast, e convertido por Sarôa, com um chute no canto direito do goleiro alvinegro. 1 a 0, Fast.

Atrás no placar, o Rio Negro cometeu mais uma falta, na sequência, e Antony acabou sendo expulso, deixando o time com um a menos para os próximos 45 minutos.

Nos minutos seguintes, as duas equipes buscaram o ataque, mas sem finalizações novamente.

Aos 22’, falta para o Fast bater, Robinho lança para a grande área, mas a defesa do Rio Negro manda o perigo para longe.

Aos 29’, Charles Chenko, que havia entrado no segundo tempo, avançou pela grande área, sendo marcado, caiu, e foi marcado o segundo pênalti da partida. Chenko bateu no canto direito, o goleiro Guanair tentou buscar, mas não evitou o segundo gol do Rolo compressor.

Nos minutos seguintes, o Fast teve mais duas boas chances pela esquerda, com Sarôa. Na primeira, ele chutou com estilo à direita do gol, mas a bola bateu na trave e, na segunda, ele chutou ao gol novamente, mas a bola foi para fora. Fim de jogo, 2 a 0, Fast.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.