Domingo, 26 de Maio de 2019
FUTEBOL DE BASE

Fast viaja domingo (1º) com sonho de seguir para 2ª fase da Copa São Paulo de Futebol Jr.

Único representante do Amazonas na principal competição de base do Brasil, o Fast Clube encerra a preparação antes da disputa



unnamed.jpg
Pela segunda vez consecutiva na disputa, o time vai enfrentar os donos da casa, o São Bernardo-SP, Bahia e o Trindade-GO (Foto: Divulgação/Mauro Neto)
30/12/2016 às 17:06

Único representante do Amazonas na principal competição de base do Brasil, o Fast Clube encerra a preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta sexta-feira (30), no campo sintético Guerreirinhos, na Zona Centro-Sul de Manaus. O embarque para a capital paulista está marcado para o próximo domingo (1º). Para a competição, o Tricolor conta com o apoio de 25 passagens aéreas cedidas pelo Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Pela segunda vez consecutiva na disputa, o time comandado pelo treinador Darlan Borges vai enfrentar os donos da casa, o São Bernardo-SP, Bahia e o Trindade-GO. Em preparação há mais de dois meses, o Tricolor conta com a parceria do Penarol, Sul América e Manaus FC que emprestaram jogadores para levar o Amazonas à segunda fase do torneio, depois de oito anos de espera.

“Pelo trabalho que foi feito nesses dois meses e meio, a garotada assimilou rápido o esquema tático e tudo o que foi passado. Eles estão bastante focados e comprometidos. Acho que eles têm grandes condições de passar de fase e vamos focados nisso”, declarou Darlan, revelando estar tranquilo com as passagens aéreas em mãos. “Dá tranquilidade para a diretoria, comissão técnica e jogadores realizarem um bom trabalho. O restante é com a gente, concentração, persistência e muita responsabilidade”.

Experiente na Copinha sob o comando de várias equipes do Amazonas, Darlan não espera facilidades. Antes mesmo de fechar o plantel para a viagem, o treinador tem sofrido com “baixas” no elenco. “Tínhamos trinta atletas treinando. Alguns saíram para trabalhar, nosso goleiro não foi liberado pelo quartel, outro teve que fazer faculdade e abandonou também e já cortamos quatro por insuficiência técnica. Porém, estamos bem e fortes. Nosso trabalho é em conjunto e nossa preparação objetiva não deixar lacuna em campo. Os desafios são sempre superados. Este é o nosso lema”, afirmou.

Adversários fortes

Frente a frente com rivais de expressão no futebol, Darlan estudou os adversários, e aposta na classificação. “O São Bernardo sempre faz um time forte, já chegou à terceira fase e é o time da casa, mas não fez um bom campeonato paulista. O Bahia recentemente chegou a uma final de Copa São Paulo e no último mês chegou à final da Copa do Brasil Sub-20 e vem com o time muito forte. O Trindade é um clube empresa que tem bons atletas e tem uma folha salarial de 50 mil reais. Eles acabaram de mandar alguns jogadores para Portugal e renovou a equipe para a disputa. É uma chave bastante forte, mas vamos brigar por uma vaga”, frisou.

Próximos jogos

Com sede em São Bernardo do Campo (distante 17 quilômetros da capital São Paulo), o Rolo Compressor inicia a batalha no dia 4 de janeiro. A partida será contra os anfitriões, São Bernardo. Na segunda rodada, dia 6, o encontro será contra o Tricolor da Boa Terra, o Bahia. No dia 8, a última partida da fase inicial será contra o Trindade.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.