Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Craque

Feras amazonenses dominam card principal do UFC 179 neste sábado (25), no Manacanãzinho

José Aldo defende o cinturão dos penas contra o americano Chad Mendes e Carlos Diego pega iraniano, a partir das 19h (local), no Rio de Janeiro



1.png José Aldo precisou ‘tirar tudo’ para bater o peso nesta sexta. Hoje à noite, o casca grossa baré quer bater mesmo é no Chad Mendes. Carlos Diego luta pela terceira vez no Ultimate (a primeira no Brasil), contra Beneil Dariush
25/10/2014 às 13:53

Neste sábaso (25) é dia dos manauaras torcerem “com unhas e dentes” para dois dos nossos amazonenses que integram o UFC. O evento que acontece no ginásio do Manacanãzinho, no Rio de Janeiro, a partir das 19h (local), vai reunir dois lutadores barés no card principal do UFC 179.

Pra começar a festa, Carlos Diego, 30, oriundo da Comunidade Terra Nova - situada no município de Cacau Pirêra - que deixou suas raízes para tentar a vida nos Estados Unidos, luta pela terceira vez na franquia. O duelo será contra o iraniano Beneil Dariush, pela categoria peso-leve e deve iniciar por volta das 22h (horário local). A luta abre o card principal da noite.

Para fechar a festa, o campeão José Aldo Júnior, fará uma das mais suas mais esperadas luta de sua carreira: a revanche contra o americano Chad Mendes. O duelo deve acontecer por volta de 1h da manhã (horário local) e vale o cinturão dos penas. Aldo nasceu e foi criado no bairro do Alvorada, zona Oeste de Manaus.

Concentração

A expecativa dos lutadores para a luta é muito grande, conforme ambos contaram ao MANAUS HOJE nesta semana.

Na edição da última terça (21), José Aldo, em conversa exclusiva, não escondeu a empolgação do duelo e motivação em fazer seu segundo confronto contra Chad (que já foi noucateado em janeiro de 2012 com uma joelhada ainda no primeiro round).

“Apesar de ter pela frente um adversário que eu já bati, vou encarar a luta como um novo desafio e uma nova história. O fato de eu ser o campeão e sempre querer mais experiência é a minha maior motivação. Sempre treinei para chegar onde estou”, disse Aldo ao MH.

Já na edição da última quarta (22), foi a vez de Diego, que expor sua empolgação e declarar que vai buscar a vitória a todo custo. “Este duelo tem um peso a mais, pois o meu adversário vem de uma derrota, ou seja, ele vem com sede vitória, mas eu vou encarar muito bem essa pressão toda e vou colocar tudo na mesa e fazer o meu melhor”, disse Diego.

Animados e embalados com as duas vitórias seguidas de Diego, os familiares do peso-leve irão acompanhar novamente acompanhar o duelo, mas desta vez de forma tímida, como contou o primo de Diego, Robson Ferreira. “Vamos nos reunir na rua Adolpho Lacerda, no bairro Petropolis, para acompanhar o duelo. Não será uma grande festa como foram as passadas, pois não conseguimos patrocínios. Mas, vamos nos reunir aqui na frente de casa e mandar esse apoio pra ele. O Diego vai trazer mais essa vitória para o Amazonas”, disse o primo de Diego Ferreira.

Festa também no Alvorada

A Academia Nova União, berço de luta de José Aldo em Manaus, será um point para àqueles que quiserem acompanhar o confronto. “Vamos nos reunir aqui na Rua 8 (Alvorada), nas dependências da academia para mais esse compromisso dele e seja o que Deus quiser”, disse Márcio Pontes, primeiro treinador de Aldo. A Rua 13, local onde Aldo morou por anos, também terá festa, mas o evento será ´tímido’, por conta da lei eleitoral, como conta Jucely Barroso. “Juntos com os familiares e amigos vamos acompanhar a luta aqui em casa mesmo. Não será como nas demais vezes, por conta da Lei Seca, mas vamos torcer e acompanhar sim”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.