Publicidade
Esportes
Craque

Festa nas águas: Ponta Negra ‘ferveu’ com o 1º Festival Aquático do 1° Bis, neste domingo (6)

Evento faz parte das comemorações do centenário do 1º Bis e levou centenas de competidores de todas as idades para as areias da praia da Ponta Negra. Teve aquatlo, maratona aquática e Sup 07/09/2015 às 10:37
Show 1
O 1º Festival Aquático 100 Anos do 1º BIS foi um sucesso e reuniu centenas de competidores na praia da Ponta Negra
Denir Simplício Amazonas (AM)

Sol, calor (muito calor) e água. Ingredientes mais que perfeitos para os fãs dos esportes aquáticos caírem nas águas do rio Negro no 1º Festival Aquático 100 Anos do 1º BIS, realizado na manhã de ontem na belíssima praia da Ponta Negra.

A competição reuniu as “feras” da natação amazonense e as promessas da categoria. Crianças de oito a 13 anos fizeram bonito e disputaram o aquatlo (prova que reúne natação e corrida) com a mesma garra e vontade dos marmanjos. Entre os adultos, competidores de todas as idades também entraram na briga pelo pódio  e provaram mais uma vez que o esporte não tem idade, nem limitação física. Prova disso foram as brilhantes participações dos paratletas Simplício Campos e Jayme David que nadaram a prova dos 1.500 metros.

Para deixar o visual da Ponta Negra ainda mais deslumbrante, a maratona aquática encerrou com o  esporte que se tornou febre entre os amazonenses, o Stand Up Paddle - o SUP -, com a 2ª etapa do Campeonato Amazonense da categoria. Aproximadamente 30 praticantes lançaram suas pranchas do rio Negro numa disputa para profissionais e iniciantes, tanto no masculino como no feminino.

Pódios

Entre os competidores da elite da natação, o grande campeão nos  3.000m foi Leonardo Brasil, com o tempo de 39m03. O nadador de 17 anos liderava a raia com folga quando teve de dar um “gás” maior  no final da prova. “Vinha bem. Mantendo a minha estratégia. Foi quando vi o segundo colocado se aproximando rápido e tive deixar o planejamento de lado. Mas no final cheguei bem”, avaliou o nadador. Na 2ª posição ficou Matheus Costa e o 3º foi Felipe Augusto.

Nos 1.500m , Vitor Fernando foi o mais veloz e completou o percurso em 21m16, completaram o pódio Anderson Colares e Gabriel Batista. Entre as mulheres, apenas cinco “guerreiras” se arriscaram nos 3.000m. O ouro não poderia fugir do peito de Vitória Everton, que contornou todas as boias com o tempo de 44m07, sendo seguida por Juliana Nascimento (prata) e Jessica Natália (broze).

Na distância dos 1.500m para mulheres, a vencedora foi a campeoníssima Yuri Sasai, com o tempo de 23m48. A triatleta completou a prova com quase quatro minutos de vantagem sobre a segunda colocada, Sylviane Medina, que terminou o percurso com 27m46. Na 3ª colocação ficou Lucia Silveira de Araújo, com a marca de 28m11.  


Publicidade
Publicidade