Publicidade
Esportes
Por pouco

Festejado pela torcida da Chapecoense, Júnior Lacraia comenta tragédia

Atacante que foi destaque do Princesa do Solimões nos confrontos pela Copa do Brasil falou com tristeza sobre o acidente que vitimou quase todo o time catarinense 29/11/2016 às 14:15
Show chaa
Júnior Lacraia, atacante que teve sua contratação pedida pela torcida da Chape, falou sobre os jogos com o time de Santa Catarina e da possibilidade de ter ido parar na equipe que sofreu tragédia nesta terça-feira (29)
Denir Simplício Manaus (AM)

O acidente envolvendo a delegação da Chapecoense na madrugada desta terça-feira (29), abalou o Brasil e o mundo. No entanto, a tragédia que vitimou quase todo o elenco do time catarinense deixou ainda mais impressionado um jogador amazonense: Júnior Lacraia. O atacante amazonense brilhou nos dois confrontos com a Chape e sua contratação pelo clube de Santa Catarina chegou a ser pedida pelos torcedores do "Furacão do Oeste".

Mesmo com duas derrotas nos dois jogos (2 a 1, no Gilbertão, em Manacapuru, e 2 a 0, na Arena Condá), o time do Princesa do Solimões foi muito elogiado pela imprensa e torcida da Chapecoense. Júnior Lacraia recorda o que ouviu dos atletas da Chape logo após a eliminação, em Santa Catarina. 

"Na época em que jogamos os dois jogos com eles, os caras eram sensacionais. Muito, muito, muito humildes. Quando acabou o jogo, eles chegaram pra gente e falaram: 'O time de vocês é bom. O que pesa muitas vezes é a camisa, mas o time de vocês é muito bom'. Depois nos desejaram boa sorte e tal. Depois que joguei contra eles sempre acompanhei os jogos da Chapecoense", recorda Lacraia comentando o bom momento da Chape.

Princesa fez jogo duro na Arena Condá (Foto: reprodução)

"Eles estavam fazendo um grande campeonato na Série A do Brasileirão e agora na Copa Sul Americana, que estavam na final. Todos os caras eram fantásticos, pena que aconteceu essa tragédia... Muito triste, mas Deus sabe o que faz e ninguém sabe o dia de amanhã, né? Estavam tão bem e do nada, morreram", disse o jogador.

Coisas do destino

Júnior Lacraia confirmou que na ocasião do jogo em Chapecó, onde se destacou contra a Chapecoense, seu nome chegou a ser sondado pela imprensa local e pelos torcedores da Chape para integrar o time. Impressionado com a tragédia, o atacante quase agradeceu pelo negócio não ter ido adiante.

"Quando joguei lá (Chapecó), teve a especulação de eu jogar na Chapecoense. Não chegou nada oficial pra mim, mas a torcida lá pedia, nas redes sociais também. E na época até perguntei pro meu diretor se havia alguma conversa e ele me disse que não havia interesse deles, porque já tinham jogadores do meu nível lá. Mas como eu disse: Deus sabe o que faz. Imagina se eu tivesse no time, ou estivesse jogando, algo do tipo e tivesse viajado e acontecesse uma tragédia como essa?", imaginou Júnior Lacraia.

O atacante Tiaguinho soube que seria pai há quatro dias (Foto: Chapecoense.com)

O jogador amazonense ainda falou da tristeza que se abateu sobre a torcida e a cidade de Chapecó e lembrou do atacante da Chapecoense, Tiaguinho, de 22 anos, que deixou a esposa grávida de um mês. 

"Fico mais triste pela torcida e pelos familiares dos jogadores. Por exemplo, o Tiaguinho, que soube há quatro dias que ia ser pai. Então, a gente fica triste e sem palavras. Lá em Chapecó, que é uma cidade muito acolhedora, fico imaginado como está a tristeza de todos nesse momento", concluiu o jogador. 

 

Publicidade
Publicidade