Publicidade
Esportes
Craque

Fifa decidiu proibir empresários de ter participação sobre negociação de jogadores

A entidade máxima do futebol mundial se manifestou contra o envolvimento de terceiros na negociação de jogadores. O anúncio veio após a UEFA ameaçar o veto unilateralmente 26/09/2014 às 16:17
Show 1
Joseph Blatter anunciou que vai vetar que empresários tenham participação sobre jogadores.
Brian Homewood/Reuters Zurique

A Fifa decidiu nesta sexta-feira proibir que terceiros tenham participação sobre jogadores, disse o presidente Joseph Blatter.

O dirigente afirmou que um grupo de trabalho será criado para implementar o veto, que vai entrar em vigor após um "período de transição".

"Tomamos uma decisão firme que a participação de terceiros deve ser banida, mas não pode ser banida imediatamente, haverá um período de transição", disse Blatter em entrevista coletiva após reunião do comitê executivo da Fifa.

O anúncio de Blatter foi feito após pressão da Uefa (União das Federações Europeias de Futebol), que disse que tomaria tal decisão unilateralmente na Europa se a Fifa não agisse sobre o tema.

A participação de terceiros sobre jogadores acontece quando os direitos de atletas são parcialmente ou totalmente de propriedade de empresários, em vez de apenas do próprio clube do atleta.

A prática é muito comum no Brasil e na Argentina, mas também ocorre em alguns países europeus, especialmente em Portugal.





Publicidade
Publicidade