Publicidade
Esportes
Craque

Figueirense e Vasco terão a missão de reverter a desvantagem do jogo de ida das quartas-de-finais

A tarefa mais difícil será a do Figueira que precisa vencer fora de seus domínios. Em cinco anos, nenhuma equipe conseguiu reverter a vantagem fora de casa 30/09/2015 às 14:46
Show 1
Em 2014, o Atlético Mineiro conseguiu reverter a vantagem construída pelo Corinthians e se classificou para as semi-finais
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Na noite desta quarta-feira (30), os semifinalistas da Copa do Brasil 2015 começam a ser definidos. Santos e São Paulo têm a vantagem por terem vencido seus adversários no primeiro jogo – Figueirense e Vasco, respectivamente. A partida entre Internacional e Palmeiras terminou empatada em 1 a 1 no Beira-Rio. O gol fora de casa dá vantagem ao time do Palestra Itália.  Já entre Grêmio e Fluminense a disputa está aberta. As duas equipes ficaram no zero a zero e qualquer empate com gols classifica o tricolor carioca.

Nos últimos cinco anos, na fase de quartas de final, apenas quatro clubes conseguiram perder a classificação tendo a vantagem no jogo de volta. Corinthians, São Paulo, Atlético Mineiro e Palmeiras deixaram a vaga escapar de suas mãos quando decidindo fora de casa. Durante esse período, nenhuma equipe conseguiu reverter a desvantagem decidindo fora de seus domínios. Missão de Figueirense, Internacional e Fluminense nesta edição.

Em 2014, só o Atlético Mineiro conseguiu reverter a vantagem vencendo o Corinthians em casa por 4 a 1 depois de ter perdido o primeiro jogo no território dos paulistas por 2 a 0. O Galo foi para as semifinais e terminou como campeão da última edição. Em 2013 e 2012, nenhuma equipe conseguiu reverter a desvantagem no primeiro jogo.

Já em 2011, o Avaí perdeu o primeiro jogo contra o São Paulo por 1 a 0, mas conseguiu vencer em casa o segundo jogo por 3 a 1, desfazendo a vantagem do time paulista e o desclassificando da competição.

Em 2010, foi o Santos que conseguiu reverter a vantagem após  perder  o primeiro jogo para o Atlético Mineiro por 3 a 2. O Santos, no entanto, conseguiu vencer o segundo jogo na Vila Belmiro por 3 a 1 e eliminou o Galo. O Peixe terminaria campeão da Copa do Brasil daquele ano. Outro timeque reverteu a vantagem naquele ano foi o Atlético Goianiense. Após perder para o Palmeiras, o Atlético devolveu o placar e eliminou o time paulista nos pênaltis.


Publicidade
Publicidade