Publicidade
Esportes
Craque

Fim da trilogia: com nocaute inédito, Royce Grace volta a vencer Shamrock após 21 anos

A terceira luta envolvendo a rivalidade histórica do brasileiro e o norte-americano terminou de forma surpreendente e polêmica. Depois de aplicar uma joelhada, Shamrock acusa Grace de golpe baixo 20/02/2016 às 10:02
Show 1
Royce voltou a vencer Shamrock no final da trilogia do MMA.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Sorriso no rosto e braço do brasileiro erguido. Pela segunda e, provavelmente, última vez a cena se repete no combate entre Royce Grace e Ken Shamrock. O final da trilogia, que marca a maior rivalidade da história do MMA, teve nocaute surpreendente na madrugada deste sábado (20), no Bellator 149, em Houston, no Texas. Foi a segunda vitória de Royce sobre o norte-americano – um dos duelos terminou empatado.

Após 21 anos da última luta, quando depois de mais de meia hora de combate onde os juízes consideraram o empate, Royce Gracie, de 49 anos, e Ken Shamrock, de 52, voltaram a se encarar no octógono. Considerados “Dinossauros do MMA”, os rivais foram pro duelo, que teve final surpreendente e polêmico.

Sem os mesmos reflexos de duas décadas atrás, os lutadores começaram o combate se estudando bastante. Royce procurou manter a distância de Shamrock lhe aplicando chutes curtos, enquanto o norte-americano procurava achar espaço para desferir seus golpes.


Conhecido por suas finalizações exímias no Jiu-Jitsu, o brasileiro analisava o momento certo de levar a luta para o chão. Já o norte-americano queria manter a luta em pé. No entanto, após uma joelhada desferida por Grace, Shamrock sentiu o golpe e foi ao chão. Depois de sequência de socos no rosto do oponente, o árbitro encerrou a luta aos 2m22s.

Shamrock ficou bastante irritado com a decisão e chegou a discutir com Royce, que respondeu ainda no cage circular do Bellator. “Eu sou um lutador. Estou aqui para lutar. Nós viemos desde os primórdios do esporte, quando não existiam golpes baixos, divisão de peso ou regras”, disse o brasileiro, procurando não entrar em polêmica.

Depois do anúncio de mais uma vitória do brasileiro e de ânimo mais tranquilo, Ken Shamrock disse que estava triste com o resultado da terceira luta com Grace. “Estou desapontado, vim aqui para lutar e iria até o final. Não sei o que dizer”, concluiu.


Publicidade
Publicidade