Publicidade
Esportes
HANDEBOL

Finais da Taça de Handebol Laércio Miranda serão neste sábado (19) no Rio Negro Clube

No feminino, o Rio Negro disputa contra o Handebol Clube Manaus, e no masculino, o Columbia Esporte Clube briga contra o atual campeão, o Zezão 18/05/2018 às 15:30
Show 98
Foto: Divulgação
acritica.com

As finais da Taça Laércio Miranda de Handebol, realizadas pela Liga de Handebol do Amazonas (Liham), acontecerão neste sábado (19), a partir das 17h, no Rio Negro Clube, no Centro de Manaus. No feminino, a equipe do Rio Negro disputa o título contra o Handebol Clube Manaus (HCM), e no masculino, o Columbia Esporte Clube (CEC) briga pelo primeiro título contra o atual campeão, o Zezão. A competição conta com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A Taça Laércio Miranda chega ao fim após quase dois meses de competição com 12 times no naipe masculino e 5 no feminino, com um total de 52 partidas. Para chegar até a final, a equipe do Rio Negro venceu com uma larga vantagem as meninas do Dance Hall, e na mesma noite, o HCM, em uma disputa apertada, venceu por 30 a 27, a equipe da zona Norte, que é a Liga de Santa Etelvina.

No masculino, o time do Zezão mostrou o porquê é o atual campeão da Taça, e abriu 11 pontos à frente do HCM, vencendo por 37 a 26 o adversário, e garantiu a primeira vaga na final na ânsia de ser bicampeão. Partida acirrada foi o que passou o CEC para assegurar a briga pelo título. A equipe venceu, com um placar apertadíssimo, 36 a 35, o time da Atlética UniNilton Lins.

De acordo com o presidente da Liham, Auricélio Pessoa, para as finais, apesar de trazer equipes campeãs e de renome, não há favoritismo e serão disputas de grande emoção. “Levando em consideração as semifinais, que foram jogos excelentes, disputadíssimos, além de muita emoção, serão grandes duelos, tanto no masculino, quanto no feminino, pois as quatro equipes estão muito preparadas. Elas (as equipes) querem muito esse título e não tem como arriscar um favoritismo para nenhuma, serão jogos imprevisíveis, o que dará ainda mais emoção”, comentou Auricélio.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade