Publicidade
Esportes
Craque

Finalistas do Campeonato Amazonense de Juniores serão definidos neste sábado

Fast e Sul América se enfrentam no estádio Carlos Zamith e ASA e Nacional jogam no estádio da Colina. As partidas começam às 9h 08/08/2015 às 10:41
Show 1
Fast conquistou o primeiro turno
Camila Leonel Manaus

Restam apenas quatro times no Campeonato Amazonense de Juniores disputando duas vagas para a final do segundo turno do campeonato. Fast, o campeão do primeiro turno e dono do melhor ataque da competição, enfrenta o Sul América às 9h no estádio Carlos Zamith, Zona Leste de Manaus. Do outro lado da chave, o duelo é entre Nacional e ASA, às 9h horas no estádio da Colina, Zona Oeste da capital.

O Sul América foi o último classificado para as semis após vencer o Tarumã na quinta-feira e não terá vida fácil contra o Fast Clube. O Tricolor de Aço conquistou o primeiro turno da competição e é dono do melhor ataque e do artilheiro da competição, por isso, para tentar frear o Rolo, o treinador Marcelo Galvão afirmou que o time “jogará a vida”.

“Nós conversamos para nos resguardarmos, descansar  e focar a final sabendo que o Fast está invicto. Mas ao nosso favor, temos um grupo que já conhece o Fast. Quase todos os jogadores ou já jogaram juntos ou contra, então eu acredito que será um jogo equilibrado e quem errar menos, vence a partida”, explicou.

Do lado fastiano, o técnico Darlan Borges aposta no conjunto para seguir rumo à final. “O time está bem preparado, e sabe da sua responsabilidade dentro de campo. Sabemos que o nosso adversário é difícil é até mais experiente, mas o Fast está focado e conquistaremos essa vaga para a final”, comentou.


Nas quarta de final, o ASA venceu o Manaus

Asa e Nacional
Após passar pelo Manaus FC na quarta-feira com um placar de 4 a 2, o ASA, utilizou o restante da semana para se recuperar fisicamente e se concentrar para a partida contra o Nacional. A motivação é grande entre o time. Foi o que afirmou o coordenador técnico Marialdo Sarmento. Porém, ao mesmo tempo em que está otimista, o ASA segue atento para acabar não pecando por excesso de confiança.

“A motivação a confiança do jogador aumenta a motivação, mas por outro lado, a gente tem que trabalhar essa euforia e mostrar para os jogadores que o campeonato não terminou aqui nessa vitória contra o Manaus e mostrar que temos mais dois desafios. Aquela vitória foi importante para dar confiança, mas tem que conscientizar que o time adversário vai vir mais forte do que nas quartas de-finais”, declarou.

Publicidade
Publicidade