Publicidade
Esportes
Copa de Beach Soccer

Flamengo derrota Sport Recife e conquista Copa Brasil de Beach Soccer

O jogo foi eletrizante e o rubro-negro venceu o time pernambucano na prorrogação 20/05/2013 às 09:01
Show 1
Time fez jogo eletrizante contra o Sporte Recife
Lorenna Serrão Manaus

Diante de 10 mil torcedores, o Flamengo, em um jogo eletrizante e muito disputado, venceu o Sport Recife por 3 a 2 e sagrou-se campeão da 3ª Copa Brasil de Beach Soccer, no domingo(19), no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Zona Sul.

A conquista do título inédito não foi fácil, com jogos todos os dias da competição, o Mengão teve que driblar o cansaço e usar a inteligência para alcançar o seu principal objetivo: ser campeão pela primeira vez em Manaus.

Após vencer o Avaí e   o Fast Clube na fase classificatória, o time Rubro-Negro teve que engolir a vitória do seu  arquirrival, Vasco, no “Clássico dos Milhões”, na sexta-feira.

Mas passada a frustração da derrota, a equipe voltou a arena, no sábado, eliminou o Sampaio Corrêa e se classificou para grande final do torneio. “A gente queria muito vencer o Vasco, que é uma equipe espetacular e que jogou completa, mas estávamos focados no título, esse era o nosso principal objetivo. Fizemos um jogo duro, onde tivemos oportunidade de poupar alguns jogadores já pensando na final e graças a Deus hoje (ontem), nós alcançamos o que queríamos. Somos os campeões”, comentou Gilberto Costa, técnico do Flamengo.

O jogo contra o Sport Recife, considerado uma das grandes surpresas da Copa Brasil de Beach Soccer, foi emocionante. O Leão da Ilha saiu na frente com um gol de Gleidson Alves (Juninho), na primeira etapa. O Fla empatou em seguida com Anderson Dias. No segundo tempo, Toinho colocou o rubro-negro na frente, mas Edney Amorim fez mais um para o Sport e igualou o placar em 2 a 2.

As equipes cansaram na terceira etapa e a cada minuto o jogo ficava mais dramático, os torcedores rubro-negros, que mais uma vez fizeram um espetáculo no “Coliseu do Norte”, incentivaram o time. Por pouco o Sport não levou o título. No final do tempo regulamentar, Filipe quase conseguiu fazer um gol, mas a bola acabou nas mãos de Willian, goleiro do Flamengo. 

A decisão foi então para a prorrogação. Bruno Malias arriscou, mas não conseguiu marcar. O jogo estava tenso e quase indo para os pênaltis, quando Anderson tocou para Daniel Zidane, que chutou direto para o gol e o  goleirão Du Alves não conseguiu pegar. Flamengo 3 x 2 Sport.

Faltando apenas dois segundos para o fim da prorrogação, os flamenguistas já faziam a festa nas arquibancadas do Centro Cultural dos Povos da Amazônia.

Zidane, herói da vitória rubro-negra, ficou muito emocionado com a vitória. “Fazer o gol do título diante dessa torcida maravilhosa, faltando dois segundos, é muito emocionante, não tem nem como descrever. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginei que um dia isso pudesse acontecer”, comentou Zidane. 

Publicidade
Publicidade