Publicidade
Esportes
Craque

Flamengo enfrenta o Botafogo em último jogo oficial de Léo Moura neste domingo pelo Carioca

Flamengo e Botafogo se enfrentam hoje, às 15h, pela sétima rodada do Campeonato Carioca, em jogo que marca a última partida oficial do lateral-direito Léo Moura. Aos 36 anos, o jogador ganhou dez títulos pelo rubro-negro 27/02/2015 às 22:45
Show 1
Léo Moura fará jogo de despedida na quarta-feira
Felipe de Paula Manaus (AM)

Flamengo e Botafogo se enfrentam hoje, às 15h, pela sétima rodada do Campeonato Carioca, em jogo que marca a última partida oficial do lateral-direito Léo Moura. Aos 36 anos, o jogador se despede do Flamengo, onde joga desde 2005, para ir ao Fort Laurderdale, dos Estados Unidos, time do ex-jogador Ronaldo.

O clássico carioca, que coloca o líder (Botafogo, com 16 pontos) e Flamengo (14 pontos) frente a frente, ganha componentes de rivalidade ainda maiores depois da provocação do atacante botafoguense Bill, que disse torcer para que os jogadores do Flamengo chegassem cansados à partida e garantiu que faria gol no clássico.

Os jogadores do Flamengo, é claro, não deixariam barato. Marcelo Cirino, destaque do ataque rubro-negro, duvidou de Bill. “Se ele falou que vai fazer, deixa ele falar. Agora fazer, aí é que eu quero ver se ele vai fazer mesmo”, disse Cirino, que foi endossado pelo também atacante Alecsandro. “Tem que falar é depois do jogo”, comentou.

O Adeus
O veterano Léo Moura, que aos 36 anos tem alegria, trejeitos - e até corte de cabelo - de um menino, faz sua derradeira despedida do rubro-negro carioca, em jogo-evento contra o Nacional do Uruguai. A partida está nesta quarta-feira, às 21h (no horário de Manaus), no estádio do Maracanã, Rio de Janeiro.

Despedida nesses moldes, aliás, que é honraria concedida a poucos ídolos na história do Flamengo. Nomes como  Paulo César Carpegiani (contra o Boca Juniors, em 1981) e Zico (contra Seleção do Mundo, em 1990) fazem parte desse seleto grupo, no qual agora está o lateral direito que   já ganhou os maiores títulos do futebol nacional com o Flamengo.

Em mais de 500 partidas pelo clube, Léo Moura conquistou cinco Campeonato Cariocas (2007, 2008, 2009, 2011 e 2014), duas Copas do Brasil (2006 e 2013) e um Campeonato Brasileiro (2009). Até no estádio amazonense Arena da Amazônia, Léo já levantou uma taça, aliás, a primeira do futebol brasileiro em 2015: o torneio SuperSeries, realizado em janeiro deste ano junto com Vasco da Gama e São Paulo.

Curriculum Vitae
Flamenguista desde a infância, o jogador que começou a carreira como meio-campo, tem até foto entrando no gramado do Maracanã com um dos melhores meias da história e ídolo maior  do time rubro-negro, o Galinho de Quintino, Zico.

Neste semana, o jogador declarou mais uma vez todo o seu amor ao time de coração e postou uma mensagem nas redes sociais. “Preto e azul? Dourado e branco? Vestimos muitas cores na vida, mas o que seria de nós sem o #VermelhoePreto do Flamengo?”, escreveu o jogador.

Após passagens por times do Brasil (Botafogo, Linhares, Vasco, Palmeiras, São Paulo e Vasco e Fluminense) e da Europa (Germinal Beer-BEL, Den Haag-HOL e Sporting-POR), Léo Moura chegou ao Flamengo em 12 de junho de 2005, na derrota do Flamengo para o Corinthians por 4 a 2, em Mogi Mirim, pelo Campeonato Brasileiro.

A despedida, também um clássico do futebol brasileiro, ele espera, e junto com ele toda a Nação Flamenguista, que seja diferente.

Publicidade
Publicidade