Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Craque

Flamengo favorito para conquistar mais uma taça do NBB

O Novo Basquete Brasil parte para a nova temporada prometendo ser ainda mais emocionante e disputada que as anteriores. Embalado pelo título mundial de clubes, o Rubro Negro estreia no torneio revivendo a final da edição passada contra o Paulistano



1.jpg Flamengo é o atual bicamepão do NBB e é favorito a conquistar mais uma taça.
31/10/2014 às 11:33

Finalistas da última temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), Paulistano e Flamengo abrem às 17h30 (horário de Manaus) desta sexta-feira (31), em São Paulo, a sétima edição da competição nacional. Atual bicampeão, o Rubro-Negro mais uma vez entra na competição como favorito à taça. Caso conquiste o título, além de tricampeão o Fla se tornará o maior vencedor da história do torneio, superando o arquirrival Brasília.

Algumas mudanças em relação à temporada passada prometem dar mais emoção a competição que será disputada até junho do próximo ano. Como a decisão de realizar a final em um playoff em melhor de três jogos. Entre as 16 equipes que tentarão conquistar o torneio, o Flamengo reafirma sua condição de favorito na disputa.

O atual campeão do NBB vem com uma equipe ainda mais forte e embalada para a atual temporada. O clube, que conquistou no fim de setembro a Copa Intercontinental (Mundial de Clubes) ao derrotar o time israelense do Maccabi Tel Aviv, se reforçou ainda mais trazendo o argentino Walter Hermann, de 35 anos.

O ala-pivô já foi campeão olímpico e chega com o status de MVP (Jogador Mais Valioso) da Liga Argentina do ano passado. Com a base mantida, o Rubro Negro tem em seu elenco quatro jogadores que disputaram a Copa do Mundo da Espanha. O argentinos Laprovíttola e Hermann, além de Marquinhos e Marcelinho Machado.

Novo rival

Campeão brasileiro em 2002, quando ainda não existia o NBB, o Bauru investiu pesado para tentar quebrar a hegemonia do Flamengo. Eliminado nas quartas de final na temporada passada, o clube paulista se reforçou com o ala da seleção brasileira Alex (ex-Brasília), o ala americano Robert Day (ex-Uberlândia), o ala-pivô Jefferson William (ex-São José) e o pivô da seleção brasileira Rafael Hettsheimeir , que retornou da Espanha.

Arquirrival em declínio

Reconhecidamente uma das equipes mais fortes das últimas temporadas do NBB, o Brasília parece ter perdido as forças. Maior vencedor do torneio ao lado do Flamengo, com três conquistas cada, o time da capital federal perdeu peças importantes como o armador Nezinho e o ala Alex.

Os principais jogadores são Arthur e Guilherme Giovannoni, além do armador Fúlvio, contratado do São José. No banco, o reforço está por conta do treinador José Carlos Vidal, que está de volta após a saída do argentino Sergio Hernández, que não deixará saudades. Em fase de reformulação do elenco, a equipe tanto pode ser uma surpresa, como também decepcionar seus torcedores.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.