Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Flamengo massacra o Vitória na Arena da Amazônia. Resultado ajuda Botafogo e Palmeiras

Público amazonense finalmente pôde ver uma grande atuação da equipe Rubro Negra, na Arena da Amazônia.


30/11/2014 às 15:05

Sem compromisso com acesso ou rebaixamento, e confirmado na Séria A de 2015, o Flamengo conquistou uma goleada por 4 a 0, na noite deste sábado (29) em cima do Vitória-BA, na Arena da Amazônia. Ao contrário do último jogo contra o Botafogo, o reencontro com o time carioca deixou a torcida satisfeita que vibrou com o gol de Kadu (contra) Elton, Everton e Nixon.

Marcado pelo nervosismo do time baiano que precisava da vitória e com a falha da arbitragem, que não marcou um pênalti para o Vitória, o Flamengo soube aproveitar o momento para conquistar os três pontos.

O primeiro gol do Rubro-Negro foi marcado aos 27 do primeiro tempo. Elton cruzou da esquerda e Everton mandou para o gol, o zagueiro Kadu tentou tirar e acabou mandando para o gol. 1 a 0.

publicidade

Segundo tempo de goleada

Na segunda etapa, os jogadores do Vitória reclamaram muito com o árbitro Elmo Rezende, que não marcou um pênalti em cima de Dinei, derrubado na área.

O Flamengo voltou a marcar aos 23. Aproveitando um cruzamento, Elton meteu a cabeça na bola e marcou. 2 a 0. O terceiro gol saiu aos 34. Nixon avançou pela direita, cruzou rasteiro e Everton so empurrou para o gol. 3 a 0. Seis minutos depois, Nixon fechou o placar ao dar um corte no zagueiro e de perna esquerda mandar no canto do goleiro Gatito. 4 a 0.

publicidade
publicidade
Federação de Jiu-Jitsu realiza 8ª edição do Warrios No Gi neste sábado (27)
Alunos de escola municipal no bairro São Francisco ainda não iniciaram ano letivo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.