Publicidade
Esportes
Craque

Flamengo vence o Criciúma

Flamengo aproveita fragilidade do Criciúma, enfia 4 a 1 e respira contra perigo do rebaixamento 30/09/2013 às 07:51
Show 1
A torcida sabe: Hernane tem “cheiro de gol”. Nesse domingo (29) ele marcou 2
jornal a crítica ---

O Flamengo goleou o Criciúma por 4 a 1 nesse domingo (29) à tarde, no Maracanã, e se afastou um pouco da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Somou 30 pontos e deixou o adversário com 25 - o que hoje o levaria à Série B. Os goleiros Helton Leite e Felipe foram expulsos ainda no primeiro tempo. Os dois cometeram cada qual um pênalti, em lances convertidos por Hernane e, depois, por Daniel Carvalho.

Apesar do placar elástico, o Flamengo não jogou bem. Dominou o adversário até os 25 minutos, quando já vencia por 3 a 0, com dois gols de Hernane e um do zagueiro Wallace. Nessas três situações, a defesa do Criciúma falhou. O erro mais gritante dos visitantes se deu no segundo gol do Flamengo, quando a zaga tentou tirar a bola da área três vezes e não conseguiu. Wallace então completou. No final do primeiro tempo, Felipe repetiu Helton Leite, que havia cometido pênalti em Hernane. O goleiro do Flamengo derrubou Lins e também recebeu cartão vermelho. Daniel Carvalho cobrou e diminuiu.

Na segunda etapa, o Criciúma foi melhor e esteve próximo de marcar o segundo gol. Wellington Paulista e Lins desperdiçaram lances que poderiam complicar o Flamengo. A torcida rubro-negra, que compareceu em grande número ao Maracanã, parecia assustada e só se sentiu aliviada quando Elias fez o quarto gol, após outro erro de marcação do Criciúma.

Nublado

O domingo de céu nublado parecia um mau presságio para o Flamengo, mas 38.330 torcedores e um time vibrante não deixaram o sinal se confirmar. “Esta rodada era fundamental para enfrentarmos o Coritiba na quarta-feira (no Couto Pereira). Se perde ou empata, olha a pressão que seria o jogo!”, ressaltou o técnico Jayme de Almeida, que falou sobre o objetivo na próxima rodada.

“Este resultado nos dá tranquilidade. O Flamengo tem que pontuar. Vitória lá é ótimo. Empate, também. O único resultado que não é bom é a derrota. Precisamos de uma sequência de bons resultados. O resultado começou a ser construído antes mesmo de a bola rolar”, declarou ele.

Nas arquibancadas, uma exigente torcida gritava “Queremos raça.” Dentro de campo, o time respondeu. “Sabíamos que precisávamos vencer, e vencer bem. Estou feliz em fazer dois gols no Maracanã e aumentar minha soma”, disse o atacante, que pediu calma aos torcedores ao marcar seu primeiro gol.

“Antes do jogo, eles pediram raça. Eles têm direito, já que a situação não é boa, mas fiz o primeiro e pedi que tivessem paciência. Os torcedores esqueceram as cobranças e passaram a dar seu show. Com a cômoda vitória parcial, a maior atração no Maracanã era a “ola” nas arquibancadas. “A torcida veio conosco. Foi bonito, legal, e a gente vai ficando cada vez mais forte”, declarou Hernane, um dos destaques de desse domingo (29).

Publicidade
Publicidade