Publicidade
Esportes
Craque

Fluminense e Corinthinas se enfrentam no Maracanã com ‘invasão’ de problemas

Tricolor estreia técnico novo tentando reencontrar caminho de vitórias no Brasileirão. Timão, que abriu deve perder meio time até o fim do ano, tenta engatar o terceiro trinufo seguido no campeonato   22/05/2015 às 20:19
Show 1
Gilson Kleina estreia no comando do Flu diante do Timão, no Maracanã.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Há quase 40 anos, Fluminense e Corinthians protagonizaram uma das mais belas páginas do futebol brasileiro: a Invasão Corintiana. Na época cerca de 70 mil torcedores do Timão invadiram o Maracanã e dividiram as arquibancadas com a torcida “Pó de Arroz”. Em 2015 a história é outra e em ambos os clubes o que existe é uma invasão de problemas.

Tentando resolver a má campanha do time na temporada a diretoria tricolor demitiu o técnico Ricardo Drubscky, que já havia substituído o também demitido Cristóvão Borges, e contratou Enderson Moreira. E logo de cara o terceiro técnico do Flu no ano fez acenou com mudanças na equipe que foi goleada pelo Atlético-MG na última rodada do Brasileirão. O volante Pierre deu lugar ao meia Wagner, o que deve deixar o time mais ofensivo e municiar o isolado Fred no comando de ataque.

Enderson ainda treinou jogadas de bola parada e fez mudanças sistemáticas no time que pode ir à campo contra a única equipe com 100% de aproveitamento no campeonato: Renato entrou na vaga de Wellington Silva, Pierre entrou no lugar de Lucas e Vinicius foi sacado para a entrada de Lucas Gomes.

Com três pontos obtidos na vitória contra o Joinville na abertura do Brasileirão, o Fluminense tenta se encontrar na temporada, coisa que ainda não aconteceu desde o rompimento com a Unimed.

Timão de indefinições

No Corinthians a palavra mais ouvida nos bastidores é indefinição. Com as possíveis saídas de Paolo Guerreiro, Danilo, Petros, Emerson Sheik, Ralf e Fábio Santos, a liderança no Brasileirão é deixada de lado e os protagonistas no clube acabam sendo os diretores. Atravessando crise financeira, os cartolas do clube lutam para manter alguns atletas e convencer outros para que baixem seus rendimentos com o clube. São os casos do peruano Guerrero e de Ralf.


No caso de Emerson a situação está definida e o jogador, de 36 anos, vai  mesmo deixar o Timão.  Vagner Love  foi afastado do time para recuperar a forma física. Gripado, Jadson também deve ficar de fora e Renato Augusto, se recuperando de uma lesão na coxa, começa o jogo no banco de reservas e dá lugar ao meia Danilo.

Com tantos problemas extracampo e com pouco mais de 5 mil ingressos vendidos até  amanhã de ontem, a partida entre Fluminense e Corinthians nem de perto vai lembrar a invasão ao Maracanã, em 1976, e deve dar lugar a evasão de público.


Publicidade
Publicidade