Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Copa SP de Juniores

Focados na estreia, Fast realiza treino embaixo de chuva

Com direito a muita chuva e granizo, equipe do Fast não desanimou com os efeitos da natureza e mantém a empolgação para a estreia, amanhã, contra o São Bernardo, na Copa São Paulo de Futebol Júnior



zCR0403-01_p01.jpg
O Fast treinou no campo do Lavinha Esporte Clube, campo da Prefeitura de São Bernardo(Foto: Divulgação Fast Clube)
02/01/2017 às 23:52

O primeiro dia de treinos do Fast em solo paulista começou com um banho de chuva na tarde desta segunda-feira (2). Além de água também caiu granizo em São Bernardo do Campo, cidade onde o Fast irá jogar pelo grupo 21 da Copa São Paulo de Futebol Jr. Apesar do treino ter sido interrompido com menos de 30 minutos de duração, o técnico Darlan Borges garante que a água não diminuiu o ânimo do time amazonense.

A equipe estreia nesta quarta (4) às 16h (de Manaus) contra o São Bernardo.

“A expectativa é a melhor possível. A garotada assimilou rápido nosso esquema e o trabalho que foi passado. Eles estão conscientes da responsabilidade deles em campo e, se Deus quiser, vamos fazer uma boa estreia”, disse o treinador.

As informações sobre o adversário são poucas, por isso, a delegação amazonense busca saber mais sobre o time entre moradores e jornalistas da cidade que falam que a equipe não fez um bom campeonato paulista.

Disciplina dentro e fora do campo

Mas não é apenas o posicionamento, desenho tático ou jogadas que são o foco do Fast. O extra campo também é importante para o time tricolor, que viu alguns jogadores do time envolvidos em polêmicas durante a competição no ano passado.

“Foi conversado sobre isso: disciplina. A gente passou tudo isso para eles e os jogadores estão conscientes do que vieram fazer aqui e não vai acontecer indisciplina”, garantiu Borges.

Além da conversa, neste ano a comissão técnica que viajou neste ano é maior, foi de cinco - em 2015- para sete. Tudo para acompanhar mais de perto os jogadores que disputarão a Copinha. Todo esse cuidado fora de campo, é para garantir que o trabalho dentro de campo não seja prejudicado.

“Ano passado a gente não passou por motivos extra-campo, mas nós estamos cuidando muito dessa parte. Trouxemos mais pessoas na comissão técnica pra cuidar de todos, mas a garotada tá muito consciente. Esse grupo é muito diferente do grupo do ano passado, que alguns gostavam de alguma ‘barquinha’ (festas). Esse está mais concentrado, mais focado e vamos fazer de tudo para não fazer nada de errado fora para que dê tudo certo dentro de campo”, completou.

Todo o cuidado com a parte extra-campo tem um motivo. No ano passado, o então atacante do Fast, Jack Chan e mais cinco jogadores pularam a janela e fugiram da concentração após o segundo jogo da fase de grupos da Copa São Paulo.

Chan, que era um dos principais trunfos do Fast, passou em branco e chegou até a perder pênalti. para Darlan Borges, o acontecimento foi o principal motivo para a eliminação precoce do Fast.

O Fast está no grupo 21 e além do São Bernardo, enfrentará Bahia, vice-campeão da  Copa do Brasil, e o Trindade, atual campeão goiano.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.