Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
Campeonato Brasileiro

Fora de casa, Corinthians busca empate no fim do jogo

No Nabizão, o Red Bull Bragantino chegou a abrir 2 a 0, mas acabou cedendo o empate ao Corinthians no fim do jogo



diogo_reis_agif_CBCA51A3-E328-46FA-B7AE-497E69068399.jpeg Renato Augusto foi autor de um dos gols do Corinthians (Foto: Diogo Reis/ Agif)
02/10/2021 às 20:41

Red Bull Bragantino e Corinthians empataram em um jogão de quatro gols pela 23ª rodada do Brasileirão Assaí. Jogando no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), Braga e Timão ficaram no 2 a 2. Luan Cândido e Hurtado marcaram para o Red Bull, enquanto Renato Augusto e Gustavo Mosquito deixaram tudo igual.

O resultado mantém as equipes em suas respectivas posições. O Red Bull Bragantino está em quinto, com 34 pontos, uma posição acima do Corinthians, com o mesmo número de pontos, mas atrás nos critérios de desempate.



O jogo

 

O primeiro tempo do confronto entre os paulistas foi animado, equilibrado, mas sem gols. O Timão terminou com um pouco mais de posse de bola em relação ao Braga, mas a equipe da casa finalizou mais que os visitantes.

As melhores chances do Corinthians na etapa inicial foram com Renato Augusto e Róger Guedes, que pararam em belas defesas do arqueiro Cleiton, aos 16 e 32 minutos, respectivamente, e com William, aos 25, quando Fabrício Bruno evitou o gol em desvio de cabeça.

O Red Bull Bragantino ameaçou com Ytalo, aos 14 minutos, que aproveitou o levantamento, tocou de cabeça e a bola saiu à esquerda do gol. Já Luan Cândido arriscou uma pancada de fora da área, e novamente assustou Cássio, em chute que passou próximo à trave, isso com 39 minutos.

O segundo tempo seguiu com o mesmo ritmo intenso da primeira etapa. Logo aos quatro minutos, Fágner serviu Gabriel Pereira, que bateu de canhota sobre o gol. Já no outro ataque do Corinthians, Róger Guedes acertou a trave do Braga.

A resposta do Red Bull foi com bola na rede: Luan Cândido aproveitou a sobra de bola na entrada da área, soltou um foguete de canhota e botou no canto esquerdo, sem chances para Cássio, abrindo o placar em Bragança, aos 10 minutos. O Timão quase empatou em finalização colocada de Renato Augusto, que Cleiton espalmou, dois minutos depois. No ataque seguinte, Cantillo chutou na rede pelo lado de fora.

Depois desses lances, a partida, naturalmente, teve uma diminuição na intensidade. As duas equipes dividiram a posse e o jogo ficou truncado no meio-campo. Até que aos 40 minutos, Hurtado pegou a sobra do chute de Eric Ramires, dividiu com Cássio e tocou de cabeça para o fundo das redes, aumentando o placar.

O resultado parecia estar sacramentado, porém nos acréscimos, o Corinthians buscou o empate: aos 44, Renato Augusto tabelou com Fábio Santos pelo lado esquerdo e bateu no ângulo de Cleiton, diminuindo o marcador. Já aos 50, após trama de Adson com Giuliano, Gustavo Mosquito recebeu, encheu o pé e deixou tudo igual, dando números finais ao belo jogo de Bragança.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.