Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
SÉRIE D

Fora de casa, Fast fará duelo contra o GAS-RR para tentar se reencontrar com a vitória

O zagueiro da equipe Guilherme Moller disse que o pensamento é um só: ‘Vencer e entrar de vez na zona de classificação’



fast__3__E44E2491-1083-496B-A994-A1B11E3D5459.jpeg
10/07/2021 às 09:56

Tentando se reencontrar com as vitórias, o Fast terá neste sábado (10), às 17h (horário de Manaus) a chance de se recolocar na briga pelo topo da tabela do Grupo A01 do Brasileirão Série D. A partida será no estádio Canarinho, em Boa Vista, onde o GAS-RR, adversário desta 6ª rodada, manda os seus jogos.
 
O Tricolor de Aço chega a essa rodada com apenas uma vitória, e seis pontos ganhos em cinco rodadas disputadas. Visando mudar esse cenário, o zagueiro da equipe Guilherme Moller, falou em recuperar pontos perdidos. O defensor ainda salientou que um possível triunfo fora de casa é fundamental, uma vez que a chave segue ‘embolado’.
 
“Estamos na penúltima rodada do turno e uma vitória deve nos colocar no G4. Então nosso pensamento é esse: Vencer e entrar de vez na zona de classificação. A pontuação do grupo ainda está embolada. Portanto, não podemos perder essa chance de encostar nos primeiros colocados”, comentou. 
 
O adversário deste fim de semana não vem bem na competição. O Leão Dourado também faz uma campanha fraca até aqui e ainda não venceu na competição, somando em cinco rodadas apenas dois pontos, ambos conquistados nas duas últimas rodadas, o clube amarga a 7ª posição na tabela, logo atrás do Fast, que é o 6º. 
 
Ainda que o contexto do adversário seja mais delicado que o do Tricolor de Aço, Moller rechaçou qualquer facilidade que o Fast venha a ter, somente pelo desempenho apresentado pelos adversários, o xerife tricolor pregou respeito ao adversário e chegou a pontuar semelhanças entre o Rolo Compressor e o seu oponente da vez.
 
“Não encaramos dessa forma (que o adversário seja mais frágil), o GAS é um adversário forte, onde também trocou o comando recentemente e chegaram reforços. Mas viajamos até Boa Vista para buscar a vitória, com muito respeito ao adversário, mas viemos atrás dos pontos perdidos na semana passada” finalizou.
 
Reforço no banco de reservas
 
A partida para o Rolo Compressor tem um ingrediente especial.  No banco de reservas, o clube terá o retorno de Ricardo Lecheva, treinador que chegou ao clube para a sua segunda passagem e que de forma unânime, tem o respaldo da diretoria e principalmente do torcedor fastiano. 
 
Lecheva tem a missão de reconduzir o Fast para uma nova tentativa de acesso à Série C. À frente do clube, ele bateu na trave em 2020, quando acabou eliminado no jogo do acesso para o Novorizontino-SP, em jogo marcado por problemas pessoais e um surto de covid no elenco. Mas o treinador se mostrou otimista para a sua reestreia, onde declarou que a ideia do Fast é a seguinte: “Sempre vencer onde quer que seja o jogo, contra quem quer que seja o rival”.



João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.