Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
FORTALECENDO

Força Jovem sonha com título do Peladão 2017 para se tornar o maior do Alvorada

Ano após ano, o time Força Jovem Alvorada vai crescendo na disputa do maior campeonato de peladas do mundo. Este ano a meta é conquistar o título para deixar as piadas do maior rival de lado



oiaae.JPG Fundado em 2010, o Força segue forte na briga pelo título do Peladão 2017 (Foto: Rui Costa)
06/01/2018 às 14:27

Uma força que só aumenta ano após ano. Essa é a sina do Força Jovem do Alvorada, time da Zona Centro-Oeste de Manaus que vem chegando junto em todas as temporadas do maior campeonato de futebol de peladas do mundo, o Peladão.

Fundado em 2010 por um grupo de amigos da rua 3, no bairro da Alvorada 1, o time foi batizado Força Jovem em homenagem a torcida organizada do Vasco da Gama. Como a maioria dos fundadores torce pro Cruzmaltino, o nome foi um consenso, mesmo que um dos diretores mais influentes do time, Mário Salazar, seja torcedor do Flamengo. Mas nada que enfraqueça a fortaleza que se tornou o Força Jovem mesmo em poucos anos na disputa do Peladão.

“Em 2010, nós tínhamos um ‘futebolzinho’ somente pra brincar. Depois, levamos a sério e surgiu o Força Jovem. No mesmo ano, nós já disputamos o Peladão e ficamos entre os 16 melhores. E em 2011 nós ficamos em terceiro lugar, quando perdemos pro Manaus Moderna”, relembra Salazar.

Diretoria, atletas e comissão técnica do Força Jovem acreditam no título em 2017 (Foto: Antônio Lima)

Desde então o Força Jovem sempre está entre os favoritos ao título da maior competição de futebol amador do planeta. Nos anos seguintes a equipe da Alvorada 1 tem chegado junto sempre. No ano passado, a equipe da Zona Centro-Oeste só caiu diante do atual campeão, o T-5 Jamaica da Compensa e nesta temporada as chances de conquistas seguem vivas. Ainda mais depois que o Força se sagrou campeão do “Torneio Paralelo de Rainhas” batendo na decisão o coirmão, Chape Alvorada.

Com craques renomados no elenco, como o meia-atacante Vidinha (ex-São Raimundo), o volante Lê (ex-Fast Clube) e o zagueiro Rogério (ex-Nacional), o Força Jovem tem um sonho: acabar com a marra do maior rival no bairro Alvorada.

Vidinha, ex-meia do São Raimundo, é um dos craques do Força (Foto: Rui Costa)

“Aqui no bairro, só quem tem o título de campeão do Peladão é o Unidos do Alvorada (2009) e investimos pesado esse ano pra sermos campeões e acabar com as piadinhas deles”, cutucou Márcio “Cão”, presidente do Força Jovem enumerando as gozações adversárias. “A gente tá correndo atrás pra conseguir essa façanha e deixar de escutar coisas do tipo: ‘vocês vão ter de engolir a gente’, ‘Já botamos 43 mil pessoas no Vivaldão’. Mas aviso logo, se deixar a gente chegar, vamos colocar 55 mil pessoas na Arena da Amazônia”, declara Márcio Cão colocando mais “pimenta” na rivalidade entre os times que podem se enfrentar no próximo mata-mata do torneio.

Com duelo interrompido contra o Amigos do Rafinha, na semana passada, o Força Jovem deve ter o jogo remarcado para este fim de semana em local a ser divulgado pela coordenação do Peladão 2017.

Retorno pela Rainha

O Força Jovem já se sagrou campeão do Paralelo e agora mira o Principal. 

O poder do Força Jovem não se limita apenas às quatro linhas, o time do Alvorada 1 também entende de mulher bonita. Graças a rainha do time, Érika Lopes, que foi uma das escolhidas para entrar no barco do Peladão à Bordo - O Reality, a equipe da Zona Centro-Oeste voltou pra competição mesmo após ser eliminada em um dos mata-matas do torneio.

Érika Lopes foi a primeira candidata a deixar o barco do Peladão à bordo (FotoAntonio Lima)

Responsável pela rainha da equipe, o diretor Marcelo Batista relembra a escolha. “A rainha é minha prima. Passei uns dois anos perturbando ela pra vir. Nesse meio tempo eu pensei em trazer a Taty de volta, que era uma rainha minha na época em que eu estava no São José. Mas a Érika aceitou e graças a Deus deu tudo certo, ela entrou no barco e nos ajudou a participar do paralelo e voltar pro Peladão. Agora se tudo der certo pra chegarmos ao título”, contou o dirigente do Força Jovem.

Por isso a importância da escolha de uma rainha forte. Graças a Érika Lopes, o Força Jovem voltou pra competição e segue mais vivo do que nunca na luta pelo sonho de ser campeão do Peladão. Será que agora vai?


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.