Publicidade
Esportes
Craque

Força no jogo e sorte no amor: judocas viajam para competir juntos no Dia dos Namorados

Nesta sexta,os casais Rayfan Barbosa e Carolynne Hernandez, Rafael Barbosa e Ana Flávia Ajuz e Rafaela Barbosa e Yuri Narciso fazem uma viagem de nove horas, de Manaus até Taubaté-SP, onde no início da noite, subirão à balança para bater o peso da categoria em que disputarão o Troféu Brasil de Judô 12/06/2015 às 10:33
Show 1
Rafaela Barbosa, Carolynne Hernandez, Raifan Barbosa e Rafael Barbosa viajam para Troféu Brasil, em Taubaté-SP
Felipe de Paula Manaus (AM)

Enquanto, pelo País inteiro, casais se preparam para comemorar o Dia dos Namorados juntos, com direito a jantares românticos e caixas de chocolate, dois casais de judocas, que dividem o sonho e a luta diária por um lugar ao sol no mundo do esporte, passam a data amorosa de maneira bem menos convencional.

Nesta sexta, em pleno Dia dos Namorados, eles fazem uma viagem de nove horas, de Manaus até Taubaté-SP, onde no início da noite, subirão à balança para bater o peso da categoria em que disputarão o Troféu Brasil de Judô, que inicia neste sábado (13) e vale vaga para a primeira seletiva olímpica do ciclo de 2020.

O chocolate e o jantar romântico, portanto, estão dispensados. Mas sem problemas. A um ano dos Jogos Olímpicos do Brasil, o que uniu estes jovens foi justamente o sonho de representar seu Estado e seu País em competições de alto nível, onde o caminho do pódio é invariavelmente trilhado por desafios e renúncias.

O amazonense Rayfan Barbosa, 24, e a gaúcha Carolynne Hernandez, 19, se conheceram em competições de judô. Apaixonaram-se, ela veio morar em Manaus e hoje representa o Amazonas em competições ao lado do agora noivo. Entre treinos e viagens, o casal se prepara para casar em dezembro deste ano.

Irmão de Rayfan, Rafael Barbosa, 21, namora Ana Flávia Ajuz, 18, atleta paranaense que veio passar um período de treinamento na Associação Barbosa de Lutas Esportivas, do pai deles, mestre Antônio Barbosa, enquanto se prepara para disputar outra competição e, claro, curte o pouco tempo do ano em que atualmente podem passar juntos.

"Nós temos como objetivo ser os melhores do nosso estado, pra poder conseguir a classificação e além de representar o estado, ter maiores possibilidades de nós vermos", diz Rafael. "O que nos uniu foi o judô, e temos o judô como um estilo de vida. Além dessa relação pessoal, um consegue passar ao outro questões mais objetivas e específicas de cada luta", completa Ana.

Já Rayfan, o mais velho, acredita que a relação de afinidade esportiva entre ele e Carolynne "só tem a agregar". "É muito bom você ficar do lado de alguém que você ama. Melhor ainda quando essa pessoa compartilha do mesmo sonho. Eu e ela sempre estamos nos incentivando, torcendo e acreditando no objetivo de vida", disse Rayfan.

Separados pelo Pan
Atualmente a atleta de mais destaque da família Barbosa, Rafaela Barbosa, 22, também namora um lutador: o judoca Yuri Narciso. Porém, o rapaz vai ter de esperar até julho para ver a namorada, já que após a competição, Rafaela, que faz parte da seleção brasileira principal de judô, passa um período de treinamento no Rio de Janeiro e outro em Toronto, Canadá, junto ao staff da Confederação Brasileira de Judô em preparação para os Jogos Pan-Americanos.

Publicidade
Publicidade