Publicidade
Esportes
Craque

'Fui mal interpretado', diz Marcos Piter após supostamente ter 'jogado a toalha' no Barezão

Treinador do Penarol afirmou que em momento algum disse que desistiu da classificação para as finais do Amazonense. No estilo "Eu acredito", Piter ainda sonha com a vaga na decisão do Estadual 02/06/2015 às 08:38
Show 1
Marcos Piter criticou a diretoria do Penarol disse que não "jogou a toalha" no Barezão.
Denir Simplício Manaus (AM)

Passadas cerca de  48 horas depois da derrota do  Penarol na primeira semifinal contra o Nacional, o discurso do treinador Marcos Piter mudou. Ou como ele mesmo fez questão de dizer: foi mal interpretado.

De acordo com o técnico do Leão da Velha Serpa, sua declaração, logo após o final do duelo com o Leão da Vila Municipal, foi distorcido. “Em momento algum eu disse que joguei a toalha. Eu jamais faria isso. Sou um profissional e apenas critiquei o suporte do clube”, disse o técnico lembrando mais uma vez que não chegou a seis finais de Campeonato Amazonense à toa.

Durante a manhã de ontem, a presidente Patrícia Serudo confirmou que uma reunião com a comissão técnica discutiria a derrota para o Naça. Piter, que afirmou estar  muito triste com parte da imprensa, disse que não houve qualquer reunião entre ele e a diretoria do Penarol para discutir o jogo ou suas declarações. “Não houve reunião alguma comigo. O que aconteceu foi que a Patrícia (Serudo) veio aqui no hotel onde estamos hospedados para nos parabenizar pelo trabalho feito à frente do Penarol”, afirmou Piter, dizendo que apesar dos problemas, recebeu elogios da presidente do clube.

O treinador penarolense ainda  afirmou que acredita na classificação do  Leão da Velha Serpa para as finais do campeonato. “Eu acredito! É claro que acredito. No futebol existem surpresas. Quem iria dizer que o Brasil iria perder de 7 a 1 para a Alemanha? Nós podemos muito bem fazer dois gols no Nacional lá dentro e depois fazer o terceiro e sair de lá classificados”, comentou o treinador, lembrando que terá de vencer o Naça por três gols de diferença para não ser eliminado do Barezão.

Penarol e Nacional voltam a se enfrentar no sábado, às 15h, no estádio da Colina.

Publicidade
Publicidade