Publicidade
Esportes
Esporte e Saúde

Futevôlei vira sensação em Manaus como opção de lazer e cuidado com o corpo

Modalidade típica das praias, o futevôlei vem ganhando cada vez mais espaço entre as mulheres aliar diversão, praticidade e benefícios para saúde 08/01/2017 às 05:00 - Atualizado em 08/01/2017 às 13:17
Valter Cardoso Manaus-AM

A bola rola nas areias de Manaus, mas dessa vez não é o futebol que tem mobilizado o público. O futevôlei, esporte tipicamente brasileiro, tem levado cada vez mais público para as quadras em busca de aliar o esporte e o bem estar do corpo.

Entre saques e bicicletas, o esporte abriu um leque de opções para os homens que buscam sair da rotina das academias. Homens? Nada disso, por aqui, as mulheres também têm conquistado seu espaço e vem fazendo bonito nas quadras de areia.

“O principal motivo pro pessoal procurar a modalidade é que estão cansados daquela mesmice de funcional, de academia. Eles tão vindo para o futevôlei como uma modalidade que se perde bastante caloria e dá para ir para um esporte novo. Como está com pouco tempo aqui, o esporte  ganha novos adeptos. Hoje tem uma visibilidade muito maior pelo lado das mulheres”, explicou Roney Almeida. 

Ainda em expansão, a modalidade ainda é vista apenas como diversão por muita gente. Jacque Coleti é uma das alunas do professor Roney. Ela conheceu o esporte após ser convidada por um amigo e acabou perdendo logo na sua ‘estreia’ na modalidade. 

“Eu conheci por conta de um amigo. Ele me levou para um ‘game’, e disse para eu tentar. Adivinha?  Fui péssima (risos)! Daquele dia em diante, eu disse que melhoraria, para conseguir vencer o pessoal que me derrotou naquele dia. Minha motivação foi bem esportiva mesmo, porque queria mostrar que conseguiria ser boa como eles”, explicou Jacque.

A partir dali ela  começou a descobrir os benefícios que a prática da modalidade poderia trazer. “Na minha opinião, o grande diferencial é a utilização do corpo. No futevôlei você utiliza desde a cabeça, ao ombro, coxas, pé. Você passa a ter um domínio de bola incrível, e percepção de espaço também. Eu sempre pratiquei esportes, musculação, mas o futevôlei me desafiou muito. Correr na areia, bater corretamente na bola é totalmente exaustivo. Conquistei muito mais gás, e domínio de bola, que, cá entre nós, eu não tinha nada (risos)”, brincou ela.

 De acordo com o professor, devido ao esporte ser praticado na areia, a queima de calorias acaba sendo maior.  
“A perda de peso e de caloria é notável para quem começa a jogar futevôlei, como é um esporte na areia ele te dá um ganho de condicionamento físico muito mais rápido e outra, ele te dá uma satisfação muito maior”, explicou Roney.
expansão

Com o sucesso entre os homens e as mulheres. A modalidade começa a despontar e promete crescer nos próximos anos.  Beatriz Rocha também começou a praticar a modalidade recentemente e já enxerga um futuro promissor para a modalidade. “O que me motivou a praticar foi eu já ter jogado futebol e vôlei, quando encontrei o futevôlei foi perfeito. Tenho certeza que será uma das modalidades mais disputadas ainda e que vai virar sim um esporte olímpico”, explicou Bia. A aposta faz sentido, durante os últimos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, o futevôlei esteve presente em um evento cultural realizado na mesma arena do vôlei de praia, localizada na praia do Leme, e busca ser chancelado como modalidade olímpica nas próximas edições dos Jogos. 

E se depender da Jacque, o número de praticantes nem deve esperar tanto para conquistar mais adeptos. “Indico sempre.  Várias amigas e amigos já foram experimentar e  ficaram apaixonados, assim como eu. No início você pensa que não vai se sair bem, principalmente se nunca tiver feito nenhum esporte parecido, mas a verdade é que é um esporte tão gostoso, e com os profissionais certos, você aprende as técnicas bem rápido, e logo já tá fazendo tudo certinho, e não consegue mais largar de mão”, explicou Jacque.

 Experiência

Para quem pretende se aventurar no esporte, uma dica é comparecer no CSU do Parque 10, onde a escolinha RM de Futevôlei. De acordo com o professor Roney, basta os alunos comparecerem no local de manhã ou à noite e podem ter mais informações pelo telefone 99118 1215.

Publicidade
Publicidade