Publicidade
Esportes
Craque

FVO define início da venda de ingressos para jogos da Seleção, com preços a partir de R$ 20

A vinda da seleção olímpica brasileira a Manaus foi confirmada nesta segunda-feira (28), pela CBF, e os ingressos começarão a ser vendidos nesta sexta (2). Os adversários, times da República Dominicana e Haiti, chegam no início da semana que vem e treinarão no estádio Carlos Zamith 30/09/2015 às 10:01
Show 1
A Arena da Amazônia recebeu quatro jogos da Copa do Mundo 2014
acritica.com Manaus (AM)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Fundação Vila Olímpica (FVO) - órgão que administra a Arena da Amazônia – definiram que os ingressos para os amistosos da Seleção Olímpica Brasileira contra a República Dominicana, na sexta-feira (9), e diante do Haiti na segunda-feira (12), custarão R$ 40 e R$ 20 (meia) para o anel superior e R$ 60 e R$ 30 (meia) para o anel inferior do estádio.

Os ingressos estarão à venda na manhã da próxima sexta-feira (2) nas bilheterias da Arena Amadeu Teixeira, nas lojas Ótica Avenida dos shoppings Amazonas, Manauara e Sumaúma e por meio da venda online do site www.guicheweb.com. Também haverá um preço especial para quem adquirir os bilhetes para os dois jogos.

“Vamos fazer (os jogos) em Manaus porque a gente entende que é um povo apaixonado por futebol, tem um estádio belíssimo e com a redução do preço a previsão é de casa cheia. Para os jogadores até sentirem essa força da torcida, essa proximidade com o povo brasileiro. São nove jogadores que estão vindos da Europa e esses dois amistosos vão ser bons”, explicou o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, em coletiva na tarde desta terça-feira (29), na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF).

De acordo com o dirigente, que veio até Manaus para organizar a vinda da delegação que chega na próxima segunda-feira (5), um dos motivos para a escolha de Manaus não partiu somente da alta cúpula do futebol brasileiro. “Foi um pedido da comissão técnica de ter uma experiência no Brasil com estádios cheios, para o jogador ter essa experiência com a torcida brasileira. Quando fomos organizar os jogos foi atendendo esse pedido”, justificou o diretor, que fiscalizou durante o dia de ontem a Arena e os estádios da Colina e Carlos Zamith, afirmando que haverá uma próxima reunião para definir a vinda da Seleção e itens como hospedagem e logística.

Bolívia à vista

Segundo o diretor-presidente da Fundação Vila Olímpica (FVO) e responsável pela gestão do complexo, Aly Almeida, ele aproveitou a reunião com os representantes da CBF para solicitar que Manaus receba um jogo das próximas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, ainda no ano que vem. A preferência é pela partida contra a Bolívia.

“É do interesse do governador (José Melo) que façamos essa solicitação. Acho que é mais atraente para a CBF que a Bolívia jogue em Manaus do que em São Paulo, por exemplo”, observou o titular da FVO.

Testes para a cidade

Os amistosos da Seleção Olímpica na Arena da Amazônia serão usados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Manaus como teste operacional para a cidade. O Comitê Rio 2016 ainda não definiu se os jogos contarão como evento-teste para a Arena da Amazônia, mas áreas operacionais como mobilidade urbana, segurança no entorno dos hotéis e transporte de seleções serão testadas.

O coordenador estadual dos jogos Olímpicos, Mario Aufiero, não descartou que os amistosos da seleção ainda possam ser evento-teste. Para isso as partidas deveriam ter uma preliminar, ou seja, uma rodada dupla. Ele destacou que, mesmo se os jogos não forem testes oficiais na Arena da Amazônia, muitas áreas operacionais serão envolvidas, da mesma maneira que ocorrerá durante as Olimpíadas.

“Mesmo não sendo uma rodada dupla, como nas Olimpíadas, testaremos o funcionamento da Arena da Amazônia, a segurança no entorno dos hotéis e dos campos de treinamento (Estádio da Colina e Coroado)”, afirmou.

Publicidade
Publicidade