Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Craque

Galo ‘mais leve’ deixa treinador do Princesa do Solimões preocupado

Zé Marcos acha que como não existe mais o perigo do rebaixamento, jogadores do rio Negro entram mais aliviados e devem joghar mais leves contra o Tubarão. Roberley Assis não pensa em diminuir o ritmo dos garotos do Galo



1.jpg Zé Marco acha o Rio Negro vem mais leve para o duelo com o Tubarão.
05/05/2015 às 20:34

Princesa do Solimões e Rio Negro entram no gramado do estádio Carlos Zamith, na noite de hoje com objetivos bem distintos e para o técnico do Tubarão  o fato de não haver mais o perigo do rebaixamento pode dificultar as coisas para o time de Manacapuru (distante 68 quilômetros de Manaus).

De acordo com Zé Marcos, a equipe comandada por Roberley Assis tem dado muito azar durante os jogos e sem a preocupação de cair para a Série B do Estadual a tendência é que os “Galinhos da Praça da Saudade” atuem com mais leveza em campo. “O Rio Negro não tem mais objetivos no campeonato. Ele não cai e nem classifica. Portanto, no sentido psicológico eles vem mais leves pro jogo”, analisou o treinador do Tubarão.

Para a partida no Zamithão, a grande ausência pode ser o meia Léo Paraíba. Com fortes dores lombares, o camisa 11 do Tubarão só será confirmado momentos antes do jogo. O certo é que o time do Princesa não poderá contar com o lateral Lei, o volante Amaral e o meia Douglas, todos suspensos. A boa notícia fica pelo retorno de Deurick, o volante está confirmado na vaga de Amaral. Baé deve ser o substituto de Lei e Delciney ocupa o lugar de Douglas.

Galo forte brigador

Para o técnico Roberley Assis o fato de não haver mais o descenso no Barezão não muda em nada o trabalho no Rio Negro. Sem poder contar com os zagueiros Diogo e Ricardo, mas festejando as voltas do “pequeno gigante” Ronan e do goleiro Paredão, o comandante do Galo quer mudar a sina de derrotas do time na reta final do Barezão.

“Queremos passar uma borracha nas falhas e procurar acertar os detalhes. Vamos continuar com a mesma seriedade, garimpando atletas para a equipe. A informação de que não vai ter a Série B não muda em nada  a forma como tratamos a competição”, afirmou Roberley, dizendo que procura fazer com que seus atletas evoluam sempre. “Todos nós queremos nos firmar no futebol amazonense. É importante que jogar bem e vamos entrar ligados para tentar a vitória”, finalizou o técnico do Galo.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.