Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Nacional vence o Penarol

Goleada do Nacional garante vaga na final do segundo turno do Campeonato Amazonense

Felipe estava inspirado e fez três dos quatro gols marcados pelo Nacional sobre o Penarol no jogo desse domingo em Itacoatiara



1.png No lugar certo e na hora certa, Felipe fez a diferença para o Nacional
06/05/2013 às 07:54

Numa tarde inspirada do atacante Felipe, que marcou três gols, o Nacional venceu o Penarol por 4 a 0, nesse domingo(05), no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus) e vai decidir o segundo-turno do Campeonato Amazonense Chevrolet 2013 contra o Princesa do Solimões, a partir de quarta-feira. A torcida do Penarol fez a sua parte, lotou o estádio e empurrou o time, que não correspondeu em campo e depois foi vaiado.

Antes mesmo do fim da partida, os torcedores do Leão da Velha Serpa gritavam “olé” nas trocas de passes do adversário, em protesto pela péssima atuação do time. O Nacional começou pressionando. Com 50 segundos de jogo, Leonardo tocou de cabeça para fora, assustando o goleiro Lauro.

Somente aos 10 minutos o Penarol chegou com perigo. Igor Cearense quase marca após receber de Neto, na entrada da área. Ele chutou, mas a bola “explodiu” na defesa nacionalina. O Naça sentiu a pressão e passou a jogar nos contra-ataques, explorando a velocidade de Leonardo.

E o Leão da Vila quase abriu o placar com Felipe, que invadiu pela direita e bateu cruzado para ótima defesa de Lauro. O Penarol criava oportunidades, mas Kitó falhava nas finalizações. Aos 36 minutos, Bigu cruzou na área, Felipe subiu mais que a defesa do Penarol e tocou de cabeça, fazendo 1 a 0 Nacional. O time da casa respondeu aos 41 minutos com Deivid, que chutou cruzado para grande defesa do goleiro nacionalino.

Após o intervalo, o técnico Francisco Grana voltou com duas substituições. O atacante Robemar entrou no lugar de Deivid e Anderson no lugar de França. O time ficou mais ofensivo, mas numa tarde de pouca inspiração. O Nacional sentiu a pressão e não conseguia sair para o ataque.

Para equilibrar as ações no meio de campo, o técnico Lana mexeu no time e colocou Danilo Rios no lugar de Roberto Dinamite, e Miltinho na vaga de Charles. Foi então que, aos 18 do segundo tempo, Miltinho tocou para Bigu, que cruzou na medida para Felipe que, livre de marcação, tocou para o fundo das redes fazendo 2 a 0 Nacional.

Aos 21 minutos, Bigu entrou driblando na área e quando ia marcar, foi derrubado. O árbitro confirmou a penalidade. Felipe cobrou bem, fazendo 3 a 0 Nacional, para delírio dos torcedores do Leão da Vila. O gol abateu o Penarol, que ficou totalmente perdido. Resultado: no final da partida, Felipe tocou para Amaral fazer mais um, o quarto, e definir o placar.

 Satisfação e tristeza

O técnico Aderbal Lana elogiou a atuação de sua equipe. “O time se comportou bem, como havíamos planejado. Agora é pensar no Princesa do Solimões, na quarta-feira. Não quero pensar na Copa do Brasil. Estou focado no Estadual. Conheço o Penarol e estamos pensando em contratar dois jogadores deles para a Serie D do Campeonato Brasileiro, mas não posso citar nomes agora”, disse o misterioso Lana.

Já pelo lado do Leão da Velha Serpa, tudo era tristeza. O Técnico Francisco Grana, lamentou as oportunidades perdidas pela equipe. “Perdemos a vaga em Manaus. As mudanças de treinador e de jogadores também prejudicaram”, justificou.



Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.