Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Barezão

Goleiras do Tarumã somam 70 gols sofridos e relatam dificuldades

Em partida válida pela 6ª rodada do Estadual Feminino, no sábado (9), foram 31 gols sofridos diante do 3B Sport



goleira_F7B67B0E-D32E-4EC0-9870-47F877B02C16.JPG Foto: Sandro Pereira
12/11/2019 às 11:14

O Esporte Clube Tarumã disputa a Segundona Amazonense e também o Barezão Feminino já sem chances de classificação à próxima fase em ambos. Além disso, a equipe feminina do Lobo do Norte sofreu uma ‘sacolada’ histórica no último final de semana. Em partida válida pela 6ª rodada do Estadual Feminino, no sábado (9), foram 31 gols sofridos diante do 3B Sport. A campanha das Lobas pode ser resumida a: 70 gols sofridos e nenhum marcado em cinco jogos disputados. Pior defesa e pior ataque do torneio.

A jovem goleira Sarah Barbosa, de apenas 18 anos, estava defendendo a meta do Tarumã na fatídica goleada. Ela é reserva e atuou em apenas dois jogos no campeonato estadual, para sua infelicidade enfrentou o imponente 3B e buscou a bola no fundo das redes 31 vezes. A estudante, que ainda está concluindo o ensino médio, acumula 35 gols sofridos em dois jogos.



“É uma coisa por amor mesmo. É um desafio enorme jogar contra times que estão 100% no futebol. É o que falta no Tarumã, meninas que se entreguem 100%, claro que nem todas tem como fazer isso, por vários motivos”, comentou a atleta que pretende seguir carreira na área de enfermagem.

Dona da posição, aos 40 anos, a experiente arqueira Lousy Souza defende a criação de uma segunda divisão também na categoria feminina do estadual. “Equipes como Iranduba e 3B já estão na elite. Assim, se existisse Série B feminina, os outros times que estão em início poderiam disputar apenas com times da mesma altura”, disse a goleira titular do Tarumã. 

Lousy é mãe, estudante, trabalha como vigilante e mora em Iranduba. A guerreira que sofreu 35 gols em quatro jogos, não pode se dedicar totalmente ao esporte, ao contrário de atletas que atuam por times de maior estrutura. 

“Várias atletas vivem essa rotina. Nos criticam, mas não sabem o que passamos. Sou mãe de 5 filhos, trabalho, estudo e cuido dos afazeres domésticos” desabafou a arqueira.
 

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.