Domingo, 13 de Outubro de 2019
Craque

Goleiro Labilá anuncia seu retorno ao Fast Club

 Jogador que atuou por três anos no Rolo Compressor confirmou a rescisão de contrato com o Tapajós de Santarém. O camisa 1 deve desembarcar em Manaus na próxima segunda-feira (9) para assinar acordo, mas diretoria não confirma



1.png Labilá já teve passagem pelo Tricolor de Aço
06/02/2015 às 20:07

Uma notícia pegou de surpresa boa parte dos torcedores do Fast Club que acompanhavam o jogo-treino da equipe contra um selecionado de um bairro de Manaus: a volta do goleiro Labilá ao Tricolor. A diretoria fastiana não confirmou o retorno do camisa 1 que jogou por quase três temporadas no gol da equipe. No entanto, o próprio jogador afirmou o contato e desembarca em Manaus na próxima segunda-feira (9) para fechar o acordo.

Em conversa com o CRAQUE, o goleiro revelou que ficou muito feliz e entusiasmado com o retorno ao Fast Club. O arqueiro estava no banco de reservas do Tapajós, de Santarém, na vitória do Boto Mocorongo (apelido do time) sobre o Paysandu na abertura do Parazão 2015. Ídolo do São Raimundo-PA, clube no qual estava antes de migrar para o Tapajós, o camisa 1 já pretendia até anunciar a aposentadoria ao fim da temporada.

“Eu tinha até resolvido parar de jogar e por incrível que pareça quando me apareceu a chance de voltar para o Fast. Eu sempre disse que se tem um time no Amazonas que eu gostaria de voltar a jogar, esse time é o Fast. Fiquei muito feliz e espero que tudo dê certo na minha volta a Manaus”, festejou Labilá que aos 31 anos de idade se diz com uma dívida com o Rolo Compressor.

“Tenho uma dívida com o Fast Club e me sinto na obrigação de pagar. Em 2008, quando o time estava na semifinal eu estava com um problema de depressão. Eu deixei o clube quando estava numa fase muito boa e sinto muito por isso. Na época a torcida achou que eu pipoquei. Mas nem eu sabia que aquilo (depressão) era uma doença. A morte do meu pai me abalou muito. Nós éramos muito apegados. Eu não estava bem”, revelou o camisa 1.

Labilá havia assinado um acordo com o Tapajós há oito dias para a disputa do Campeonato Paraense e se disse muito feliz em saber que o Fast Club tem uma equipe experiente e está treinando forte para a disputa do Estadual deste ano. O goleiro afirmou que conhece parte do elenco, principalmente o arqueiro Zé Carlos, o qual ira disputar posição, caso assine contrato.

“Conheço o Zé Carlos. Ele jogou no Paysandu. É um grande goleiro, mas eu vou chegar pra lutar pelo meu espaço no clube. Sei que tem muita gente boa no elenco e que eu terei de trabalhar muito para ganhar posição”, comentou Labilá lembrando que passou pelo Tricolor também em 2013, mas uma contusão o forçou a voltar para o Pará.

Assim que desembarcar em Manaus, Labilá terá uma reunião com o presidente do clube, Ednailson Rozenha. O mandatário fastiano foi procurado para falar sobre a possível volta do goleiro, no entanto, não foi encontrado até o fechamento desta reportagem. O arqueiro deve disputar posição com os goleiros Zé Carlos e Dida. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.