Publicidade
Esportes
Craque

'Governo brasileiro exigiu Manaus na Copa', diz Joseph Blatter

Em entrevista ao jornal "Le Temps", Blatter disse ainda que o governo brasileiro queria 17 cidades-sede 05/06/2015 às 08:45
Show 1
Autoridades dos EUA não falaram sobre o presidente da Fifa
ACRITICA.COM ---

O governo brasileiro queria 17 sedes na Copa do Mundo de 2014 e as cidades de Manaus, Cuiabá e Natal entram no torneio por exigência do ex-presidente Lula.

As novas revelações sobre os bastidores da Copa do Mundo no Brasil foram publicados pelo jornal “O Globo” com base em declarações dadas pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, ao jornal suíço “Le Temps”.

“No início, eles queriam construir 17 estádios. Mas os convencemos a reduzir o número para 12”, contou o cartola. “Não foi uma decisão da Fifa jogar em Manaus, por exemplo, foi do Brasil”, revelou Blatter.

“Jogadores profissionais jogam no frio, na neve, em condições diversas. Não serão o calor e a umidade que vão prejudicá-los”, argumentou, ressalvando ainda que acredita que a Arena Amazônia terá uso após o Mundial.

“A prefeitura de Manaus nos garantiu que, depois da Copa, o estádio será usado em outras atividades, e não será um elefante branco”, disse o dirigente ao jornal suíço.

O próximo grande evento que a Arena da Amazônia vai receber no ano que vem são as partidas de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade