Publicidade
Esportes
DE MÃE PARA FILHA

Grávida de seis meses, triatleta Dadá Lopes participa de competição na Ponta Negra

Triatleta é motivação para outros atletas, por amar o esporte e incentivar a todos 10/02/2019 às 15:49 - Atualizado em 12/02/2019 às 08:42
Show gr vida 0642fdc5 b473 44dc ae24 58ec72d913c8
Fotos: Junio Matos/ A crítica e Marcio Kobayashi
Jéssica Santos Manaus - AM

Na praia da Ponta Negra, no último domingo, uma competição começava com quase cem atletas correndo em direção à água para nadar mil metros e, em seguida, correr 5 quilômetros, mas foi uma atleta em especial que chamou atenção: Dadá Lopes, que decidiu participar do Desafio Swim + Run, grávida de seis meses da sua primeira filha.

“Tive muito incentivo, torcida... Foi muito legal porque todos me deram força”, relembra Dadá. Ela sempre foi muito ativa, competitiva, e para não ficar de fora do Desafio, decidiu fazer a prova em dupla com Luciana Maciel, sua colega da equipe Pit Tri. Ela nadou os mil metros e Luciana correu os 5 km. “Queria muito participar da prova, principalmente para que, no futuro, eu pudesse mostrar as fotos para minha filha, Maria Fernanda”, conta.

E a competição foi um sucesso. “Foi muito bom, me senti bem e fiquei muito feliz. Sempre tive medo da água, da parte da natação no triathlon, mas, dessa vez, não senti medo, curti, inclusive fiz um tempo melhor do que faço normalmente nas competições!”, ressaltou.

Para voltar à ativa

Após passar os três primeiros meses longe dos treinos por precaução, Dadá recebeu autorização médica para retornar aos treinos e também para participar do desafio, mas demorou a conseguir engrenar os treinamentos, pois não tinha disposição. “Foi difícil, mas o Desafio acabou me motivando a voltar a nadar”, disse.

Quem ficou com medo da participação de Dadá na prova foi o pai do bebê que ela espera, João Pereira (o Pit), também triatleta. “Ele estava preocupado, mas quando viu que eu iria pegar leve na prova, ficou mais tranquilo. Eu disse que queria uma recordação dessa prova para mostrar para a Maria, nossa filha, e aí ele deu o maior apoio”, disse Dadá. “Te confesso que fiquei com medo, mas logo dei a maior força para ela, pois sabia que voltar a competir seria muito importante para a Dadá, pois fazia um mês que ela não queria nem fazer caminhadas, então, pensei, vou dar forças para ela, pois, assim, ela vai ter um foco para voltar a treinar devagar. Aí deu certo, ela voltou a caminhar e a nadar, e no dia da prova, fiquei numa prancha (de sup) só observando ela – graças a Deus correu tudo bem”, disse João.

Para correr tudo bem, Dadá foi cautelosa no percurso, nadou com boia sinalizadora para protegê-la de contato com outros atletas e não forçou o ritmo. “Larguei depois de todo mundo na prova e nadei tranquila. Agora pretendo continuar nadando e também quero fazer pilates até o final da gravidez”, garante.

E para o futuro da Maria, que  vai nascer com uma competição no currículo, Dadá deseja esporte! “Quero que ela seja nadadora. Minha mãe não me colocou para nadar, então, tive dificuldade para aprender, mas ela não vai ter”.

Motivada e, sem dúvida, motivadora

Dadá estava se sentindo indisposta para treinar, e conta que foi Luciana Maciel quem a incentivou para que as duas participassem do Desafio Swim + Run juntas, mas Luciana disse que, na verdade, Dadá é quem a motiva. ”Eu trabalho muito, mas era sedentária, e a Dadá e o Pit (técnico), desde o começo, vêm incentivando a mim e ao meu esposo, Erick. E a gravidez dela não a empatou em quase nada, e ela me incentivou a participar porque machuquei o joelho e não estava correndo, mas ela disse para irmos porque eu daria força pra ela e ela me daria força. É uma guerreira!”, disse.  

Anna Lídia também treina com Pit, esposo de Dadá, e disse que graças à Dadá teve coragem de fazer sua primeira prova de aquathlon. “A Dadá me incentivou e ajudou muito. Fiquei apreensiva de participar, mas ela me ajudou, até me emprestou roupa de triathlon. Além disso, ela é inspiração por ser uma das melhores corredoras da cidade e ainda participar de provas estando grávida, não tem medo, diz que pode, vai lá e faz”.

Publicidade
Publicidade