Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020
LUTAS

Gregory Robocop assina com o Contender Séries e está a uma luta do UFC

O amazonense de criação terá a oportunidade de participar do evento em que o Presidente do UFC, Dana White, busca novos talentos para assinar contrato com a companhia de MMA mais popular do mundo



000_872592E4-8D14-4873-879B-B9CCC158C7B7.JPG (Foto: Max Nelson)
16/08/2020 às 11:08

O peso-médio amazonense, Gregory Rodrigues, conhecido como ‘Robocop’, assinou contrato para participar da quarta temporada do ‘Contender Series’, programa em que o presidente do UFC, Dana White, analisa lutadores para buscar novas estrelas que possam assinar com o maior evento de MMA do mundo. Gregory, que irá lutar em um evento ‘Brasil x Rússia’, ainda não teve seu adversário divulgado, mas entrará no octógono no próximo dia 15 de setembro, em Las Vegas, Estados Unidos. O lutador baré falou ao CRAQUE sobre como funciona o evento e a expectativa de conseguir uma chance no UFC.

“Creio que a minha hora chegou, só estou aguardando o momento da luta. Diferente de um reality que dura alguma semanas para gravar, o Contender funciona mais como um evento. Serão entre quatro a cinco combates, a minha será umas dessas e com o Dana White estando ali, sentado, assistindo. Dependendo da minha performance, eu posso conseguir um contrato no UFC”, explicou Gregory.



Conhecido por revelar grandes talentos para o UFC, o evento de Dana White já contratou através do programa atletas como o brasileiro Johnny Walker, lutador do meio-pesado, e as sensações da companhia Sean O’Malley, 12-1 no MMA e lutador do peso-galo, e Edmen Shahbazyan, que até agosto estava sem derrotas no MMA, mas foi derrotado pelo americano Derek Brunson.

“Estou a um passo perto do meu objetivo, que é me tornar um lutador do UFC, mas antes eu tenho esse desafio no Dana Whites, Contender Series. E eu sou um cara movido a desafios, então é melhor meu adversário estar preparado, pois eu vou passar o carro”, disse o lutador peso-médio de MMA.

Nascido em Porto Velho (RO), Robocop veio para Manaus ainda com quatro meses de vida e iniciou no mundo das lutas aos cinco anos de idade. Multicampeão de jiu-jítsu no Brasil e faixa preta pela academia Gracie Barra Amazonas, Gregory ainda conta com um título sul-americano e outro mundial da arte suave. Agora, aos 28 anos, o lutador, que vive na Califórnia e treina na Black House MMA, se diz preparado para conseguir a maior chance de sua carreira.

Com nove lutas de MMA no seu cartel, Robocop conseguiu sete vitórias e só teve duas derrotas, a última em 2015, quando perdeu para Renato Rangel, no evento Face To Face (FTF), por decisão divida. De lá para cá, já são seis vitórias seguidas em cinco anos, a grande maioria por finalização.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.