Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
IMG-20190120-WA0016_99787E94-E567-421F-9398-C304455AD24F.jpg
publicidade
publicidade

PEDAL DELAS

Grupo de ciclismo Brutas Amazonas motiva mulheres a superar desafios pelo esporte

Elas se reúnem para pedalar na estrada, mas, principalmente, motivar uma às outras a se superar em trilhas urbanas


10/03/2019 às 07:50

Fortes, corajosas e independentes, a mulherada do grupo de bike de Manaus “Brutas Amazonas” dá exemplo de união. Hoje com 63 participantes, elas se reúnem para fazer trilhas de mountain bike, motivar umas às outras a pedalar, desafiar a si mesmas e para ser felizes. 

O grupo Brutas AM foi criado em 2017, por algumas ciclistas que perceberam que havia poucas meninas participando de trilhas e de provas de mountain bike. Então, as ciclistas tiveram a ideia de criar um grupo no whats app “para reunir e incentivar a mulherada a participar das provas da Federação (de ciclismo do Amazonas)”, explica a responsável pelo grupo, Elen Trajano. 

Elen disse que, no início, o grupo tinha 25 mulheres, mas acabou ficando um tempo parado e, com isso, algumas acabaram saindo. Então, no meio do ano passado, ela conversou com uma amiga que estava sem pedalar, e falou sobre tentar reunir as meninas novamente.

“A ideia era realizar uma trilha para chamar a atenção tanto das que haviam parado, para animá-las a voltar, como das iniciantes, para encorajá-las a participar das provas”, relembra. A partir daí, as meninas começaram a organizar os pedais em grupo, que deram muito certo; e em outubro do ano passado, as meninas começaram a ter desafios mensais para cumprir, com a finalidade de incentivar todas elas a cumprirem as metas e, no final de cada mês, são feitos sorteios com prêmios àquelas que concluíram o desafio.

“Temos feito assim, e estamos tendo êxito. Aproveito para agradecer nossos amigos e parceiros lojistas de bike, que nos ajudaram doando vários brindes que estão sendo sorteados ao longo desses últimos meses. Com isso, o grupo voltou a crescer”, comemora Elen. 

Ela afirma que o lema do grupo é: “o importante é pedalar, não importa a distância, a velocidade ou a frequência – até porque a maior parte do grupo, além de esportista, trabalha, estuda, é mãe, enfim, tem muitas outras jornadas (risos)”.

Para 2019, o grupo só quer uma coisa: crescer. “Pretendemos crescer mais e atrair ainda mais o público feminino para esse esporte que é simplesmente maravilhoso e desafiador”, destaca a ciclista. 

Loucas pelo esporte

Gerly Castro era sedentária, mas começou a pedalar por incentivo do seu esposo, e se encontrou no esporte. “Fazer parte desse grupo, pra mim, é um privilégio, uma honra. A bicicleta a cada dia me traz novos amigos, mais saúde, mais risadas, menos peso, e tantas outras coisas maravilhosas e agradáveis”, enumera Gerly. Em 2017, ela chegou a competir nas provas da federação, mas em 2018, deu uma parada, pois engravidou, mas já retornou aos pedais, e já vai competir na primeira prova de mountain bike do ano. 

“Me considero iniciante, mas o que antes era só influência (do esposo), virou paixão, e a possibilidade de me superar é o que me impulsiona a enfrentar os desafios, porque além de ciclista, trabalho fora, cuido da casa e ainda tenho três filhos: uma menina de 12 anos, um de 4 anos e outro de 4 meses”, conta. 

publicidade

Luciana Matos entrou para o grupo em outubro do ano passado, após também ser motivada pelo seu esposo. “Ele já pedalava e comprou uma segunda bike em maio, então comecei a fazer passeios ciclísticos pela cidade, gostei muito, e foi aí que conheci as meninas num desses passeios”, conta.

A partir daí, Luciana começou a encarar percursos em trilhas com as Brutas. “Minha primeira trilha foi com elas e amei a experiência de estar no meio da natureza explorando tudo! É uma sensação maravilhosa e desafiadora, até criei coragem e comecei a participar das competições. No grupo somos incentivadas a pedalar, perder nossos medos e a nos desafiar pedalando mais e mais! Nas trilhas uma ajuda a outra e não ficamos sozinhas nunca”, conta. 

Participaçãp em MTB

O clube de ciclismo feminino Brutas AM conquistou o feito de motivar e reunir mulheres a não apenas pedalar, mas a se desafiar pedalando em trilhas  do Amazonas, então por que não competir também? Sendo assim, as provas no Amazonas passam a contar com muito mais mulheres do que nos anos anteriores.

Neste domingo (10), acontece a Primeira etapa do Campeonato Amazonense de Mountain Bike, e 35 mulheres estarão participando da competição, sendo pelo menos 16 do grupo Brutas AM. A responsável pelo grupo, Elen, ressalta como a presença delas nas provas está aumentando.

“A realidade está mudando. Muitas só participavam de grupos de pedal, mas nunca tinham feito uma trilha, e depois que divulgamos pedais leves, elas se interessaram, até para superar seus limites, e agora participam das competições”, conta.

Frases

"No nosso grupo, somos bastante incentivadas a pedalar, a perder nossos medos e a nos desafiar pedalando mais e mais! Nas trilhas, uma ajuda a outra", disse Luciana Matos, ciclista.

"No nosso grupo, eu encontro histórias incríveis de superação, tanto físicas, como emocionais, e acabo me motivando ainda mais", Gerly Castro, ciclista.

Número

35 mulheres vão participar do Campeonato Amazonense de MTB, neste domingo (10). Elas têm incentivo da Federação Amazonense de Ciclismo, pagando metade do valor normal da inscrição.

publicidade
publicidade
Campeonato amazonense de mountain bike acontece neste domingo (10) em Manaus
Conheça atletas que ralam nos treinos, no trabalho e ainda brilham nas competições
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.