Sexta-feira, 29 de Maio de 2020
Jiu-jítsu

Guerreiros da 'velha guarda' encaram tatame do Jungle Classic

Evento chega em sua 5ª edição reunindo a ‘nata’ dos veteranos do jiu-jítsu amazonense. Evento promete um verdadeiro show da arte suave ‘raiz’ dos anos 80 e 90



CR0129-01Farte_1B639FD0-BC4D-4672-944E-520DC6B2715B.JPG Foto: Winnetou Almeida
29/02/2020 às 07:51

O Jungle Classic, evento que já se tornou tradicional no Amazonas, mais uma vez resgata a história da arte suave no estado. Em sua 5ª edição, serão 16 lutas eletrizantes para quem ama o jiu-jítsu ‘raiz’ da região, com grandes veteranos do esporte e antigas rivalidades no tatame. O espetáculo, que é sempre sucesso de público, acontece mais uma vez no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, a partir das 19h, no dia 27 de Março. Os ingressos já estão à venda e vale ressaltar que são limitados.

“São atletas que acumulam várias conquistas ao longo das suas trajetórias, os espectadores podem esperar grandes combates. O Jungle Classic é isso, a oportunidade de ver uma geração que marcou história lutando”, destacou Bosco Junior, responsável pelo evento. Ele também comenta o principal diferencial do evento.



“São nomes que em sua maioria não treinam no mesmo ritmo de antes, mas puxam o ‘gás’ nas lutas para mostrar que ainda sabem muito da arte suave. A parte técnica é sempre impecável” concluiu o idealizador da marca.

Delegado vs. Empresário

Um dos aspectos interessantes do Jungle Classic é o fato dos lutadores - devido a idade - aliarem suas vidas no tatame com as responsabilidades fora da área de combate.

Um dos exemplos é o confronto entre o delegado federal Marcelo Dias diante do empresário Maique Pinheiro. Os dois faixas-pretas são de escolas tradicionais da arte suave e toparam o desafio de retomar uma rotina maior de treinos visando o duelo.

“Como tenho uma carreira que me toma bastante tempo, não consigo manter uma frequência de treinos, porém sou determinado e espero fazer um bom combate, com muita movimentação diante do Maique. É um atleta que nunca enfrentei”, afirmou o delegado, cuja trajetória no jiu-jítsu iniciou em 1988, hoje ele defende a bandeira da Team Cardoso e foi graduado faixa-preta há 14 anos. 

Do outro lado, Maique Pinheiro, da academia Monteiro, treina jiu-jítsu há mais de 20 anos e trabalha no ramo de embalagens. Ele comentou sobre as suas expectativas para o combate no Jungle Classic e garante muita ação.

“Mesmo nunca tendo lutado com o Marcelo (Dias), creio que será um combate duríssimo, até porque ele iniciou na academia Monteiro e hoje faz parte de uma das grandes equipes da arte suave amazonense. Acredito que teremos uma luta cheia de movimentação”, analisou o atleta eleito o melhor do ano no período de 2013 a 2015 em sua categoria - Master 4, de 46 a 50 anos -.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.