Publicidade
Esportes
DE VOLTA

Hamilton é reintegrado ao grupo do Manaus FC para final do Amazonense

Após desfalcar o time na primeira partida da final, Hamilton está de volta. No sábado, o time enfrente o Nacional no jogo da decisão 08/06/2017 às 05:00 - Atualizado em 09/06/2017 às 11:00
Show hamilotn
(Foto: Emanuel Siqueira)
acritica.com Manaus (AM)

Após ficar fora do primeiro jogo na última terça-feira, 6, na Arena da Amazônia, o meia-atacante Hamilton será reintegrado ao elenco do Manaus FC para o segundo duelo das finais do Amazonense de Futebol. A definição aconteceu no início da noite desta quarta-feira, 7 de junho, após uma conversa entre o comando do clube e jogador.

A volta de Hamilton aos treinamentos acontece na manhã desta quinta-feira, a partir das 9h, quando o técnico Aderbal Lana comanda uma atividade no Centro de Treinamento do 3B, em Aparecida. No sábado, a partir das 16h, na Arena, Manaus FC e Nacional fazem o jogo da final da decisão, com o Gavião jogando pelo empate para levantar a taça pela primeira vez.

Na reunião, o camisa 39 humildemente reconheceu que tomou uma atitude impensada ao alegar falta de pagamento de premiação e pediu desculpas à diretoria. O presidente de honra do clube, Luis Mitoso, disse que a direção aceitou o pedido, pois o foco de todos do Manaus FC é a conquista do Estadual no sábado. No entanto, Hamilton ainda vai pedir desculpas de todo o grupo de jogadores e comissão técnica durante a reapresentação.

A diretoria do Gavião do Norte ressaltou que vem cumprindo todos os seus compromissos com os atletas, pois tem trabalhado com profissionalismo e seriedade. A credibilidade é uma marca do Manaus FC, tanto que todos os jogadores e comissão técnica estão comprometidos com o clube.

Segundo o zagueiro e capitão Deurick tudo não passou de mal-entendido, pois o clube tem honrado com seus compromissos com os atletas e o episódio com Hamilton está encerrado.

“Está tudo certo, não tinha dívida nenhuma. Ele teve essa coisa de sair da concentração e nada mais, mas já está tudo resolvido”, disse Deurick.

Publicidade
Publicidade