Publicidade
Esportes
Craque

Hyantony marca pela segunda vez no Barezão, comemora com mãe e esposa e desabafa

“Eu só tenho dois (três) gols no campeonato, em quase 20 jogos. A gente vai se cobrando. Eu me cobro também. Às vezes as coisas não acontecem, hoje aconteceu", disse o atacante 06/06/2015 às 20:13
Show 1
Hyantony desabafou após o jogo
Felipe de Paula Manaus (AM)

Autor do gol que praticamente assegurou a classificação nacionalina num momento em que o Penarol era melhor na partida e, antes dos 20 minutos dos segundo tempo, só precisava de dois gols para se garantir na final, o centroavante Hyantony lavou a alma na Colina neste sábado (06), na derrota por 3 a 2 para o Penarol que garantiu a vaga ao Leão da Vila na grande final do Campeonato Amazonense.

Ao receber uma bola de Júnior Paraíba e avançar em velocidade rumo à área do Penarol, o jogador deu um bonito corte no zagueiro Maceió e chutou forte no canto direito do goleiro Robson. Na comemoração, o atacante, que não marcava desde o primeiro turno do Amazonense, subiu à escada que dá acesso ao campo na Colina e deu um beijo em sua mãe e em esposa, que estavam na arquibancada.

O jogador ainda chegou a ser punido com cartão amarelo, mas nem ligou. “Minha mãe (Maria José) chegou de viagem ontem. Ela e minha esposa (Natália) vem sofrendo junto comigo, estão do meu lado na dificuldade, na cobrança. Então eu pensei, se eu fizer o gol, mesmo que eu tome amarelo, eu vou homenagear minha mãe. Aí eu subi e dei um beijo nela e na minha esposa”, diz ele, que diz achar justa a cobrança do torcedor.

“Eu só tenho dois (três) gols no campeonato, em quase 20 jogos. A gente vai se cobrando. Eu me cobro também. Acaba o treino, eu fico treinando finalização pra quando tiver oportunidade fazer o gol pra ajudar o Nacional. Às vezes as coisas não acontecem, hoje aconteceu. A gente recebe em dia, trabalha, tem todas as condições, então tem que ser cobrado mesmo, tá certo”, desabafou.


Publicidade
Publicidade