Sexta-feira, 30 de Julho de 2021
FUTEBOL

Idas e vindas: Fast faz lista de dispensa e confirma mais dois reforços para a Série D

Seis jogadores são desligados do Rolo Compressor, enquanto o clube segue no mercado em busca de reposição



WhatsApp_Image_2021-06-15_at_19.42.20_5B272C97-C16F-446E-A402-02F44FCFEC22.jpeg Foto: João Normando/FAF
15/06/2021 às 19:52

Passando por um processo de reformulação, o Fast tenta ajustar o seu elenco com o 'carro em movimento' em busca de novos rumos na Série D do Brasileirão. Ativo no mercado, o Rolo Compressor regularizou o meia Charles na última segunda-feira (14), confirmou o acerto com Marcelinho Araxá nesta terça (15) e confirmou o lateral-direito Baré, ex-Flamengo-PI. Inclusive, o jogador já treina com o grupo e, segundo o presidente do clube, Dênis Albuquerque, as contratações não param por aí.

Sem revelar nomes, o mandatário do clube afirmou que haverá mais um pequeno pacote de reforços. Pelo menos duas posições devem ser contempladas com as novas aquisições.
 
"Um atacante e um lateral-direito, inclusive o atacante está jogando a Série C, mas como a negociação ainda não está finalizada, vamos aguardar um pouquinho para anunciar", disse o mandatário do Clube, que ainda revelou ter conversas adiantadas com um jovem atleta da base de um tradicional clube paulista. Ele preferiu, por enquanto, manter o nome do atleta em sigilo para preservar as negociações.
 
Denis Albuquerque informou ainda mudanças no departamento técnico do clube. Foi desligado do Fast, o preparador físico, Ricardo Mendes, além dele, o preparador de goleiros e seu assistente também foram dispensados. 
 
De saída

 
Com apenas duas rodadas da Série D disputadas, o Fast já tem saídas confirmadas. Dois atletas jogaram oficialmente pelo clube, são eles: O goleiro Leandro Santos e o atacante Val Paraíba.
 
Fazem parte da 'barca' tricolor, o zagueiro Vinícius, o volante Felipe Erthal e os atacantes Dito e Luquinhas. 
 
O presidente do clube comentou a saída dos atletas e ressaltou que dos seis, apenas dois tinham contrato em vigência.
 
"Eram jogadores que estavam treinando conosco e ainda não tinham contrato, então o clube decidiu por não ficar com eles. Já os outros atletas que estavam sob contrato, por motivos pessoais, chegaram em comum acordo com o clube e tiveram seus contratos rescindidos, inclusive, apenas o atacante Val Paraíba permanece em Manaus, todos os outros já foram embora", disse o presidente Denis Albuquerque.



João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.