Domingo, 21 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Imprensa internacional repercute vitória da Argentina nos pênaltis

Partida difícil contra a Holanda ganhou as capas de vários jornais ao redor do mundo, com muita expectativa para o jogo contra a Alemanha neste domingo (13)


O jogo difícil, que só foi resolvido nos pênaltis e levou a Argentina à final da Copa do Mundo, ganhou destaque na imprensa internacional. A capa do site do jornal argentino Clarín traz várias reportagens sobre a vitória da seleção. Com o título Romero foi o herói nos pênaltis: Argentina na final, o diário destaca a atuação do goleiro Romero, que defendeu duas cobranças e tirou a Holanda da final contra a Alemanha no Maracanã, no domingo (13).

O jornal também mostrou a festa azul e branca em várias cidades argentinas e no monumento do Obelisco, no centro da capital Buenos Aires. Com o título Um 9 de julho inesquecível: com a ida para a final explodiu a festa, a publicação mostrou que a comemoração dos hermanos durou a noite inteira e entrou pela madrugada.

A capa do também argentino La Nación exaltou o goleiro Romero e lembrou que os argentinos chegam à final do Mundial depois de 24 anos, e o adversário será o mesmo, a Alemanha, que venceu a Copa de 1990 por 1 a 0. “Dramático. Sofrido. Emocionante. Comovedor. A seleção argentina avança no Mundial do Brasil com todos esses atributos como marca registrada”, diz a reportagem. O diário ainda ressaltou que os brasileiros agora estão torcendo pela Alemanha na final.

O jornal The New York Times destacou que depois de longos e sofridos 120 minutos de partida e de prorrogação, a Argentina conseguiu derrotar a Holanda por 4 a 2. A reportagem traz fotos da alegria de Romero e de Messi e a desolação do goleiro Jasper Cillessen. A publicação também comentou a rixa entre os torcedores brasileiros e argentinos e a música que faz comparações entre os seus maiores ídolos, Maradona e Pelé.

Com o título O pesadelo continua, a Argentina vai para a final, o jornal francês Le Monde faz referência ao pesadelo dos brasileiros de ter a Argentina na final e o medo de que seja campeã no Maracanã. “A Albiceleste reencontra o topo do Mundial após a final na Itália em 1990, perdida contra...a Mannschaft [apelido da seleção alemã]”, escreve o diário.

A agência alemã de notícias Deutsche Welle classificou o jogo de fraco. “Com poucas chances de gol, Holanda e Argentina precisaram ir à disputa por pênaltis nesta quarta-feira, em São Paulo, para definir o adversário da Alemanha na grande final da Copa do Mundo de 2014. Argentina e Alemanha fazem agora a reedição da final da Copa de 1990, justamente a última vez em que os alemães levantaram a taça e a última vez que os argentinos estiveram na final”, diz a reportagem.

publicidade
publicidade
Masters do Corinthians enfrenta Seleção Evangélica do AM na Arena em maio
Ball Cats vai em busca do título da Champions Ligay em Brasília
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.