Publicidade
Esportes
Craque

Inesquecível: amazonenses unem turismo com paixão pela corrida

Argentina, Colômbia, Itália, França, Grécia, Japão e China são alguns dos países preferidos dos corredores 10/02/2015 às 11:08
Show 1
Na Grécia, o berço do atletismo mundial
Camila Leonel Manaus

Argentina, Colômbia, Itália, França, Grécia, Japão e China. Esses são alguns países que Fabrício Lima conheceu em viagens para disputar provas de corrida e de triathlon. Essa rotina de viagens e corridas começou no ano de 2008 e, de lá para cá, já foram 19 países. Assim como Fabrício, diversas pessoas estão incluindo em suas agendas participação em corridas internacionais, para superar limites e conhecer belas paisagens que essas corridas permitem conhecer.

Fabrício conta que durante as maratonas é possível conhecer os países antes, durante e depois das provas. “Eu tive a oportunidade de conhecer os locais porque você acaba indo treinar antes pra se adaptar ao clima, ou ao fuso horário”, disse.

Para ele, a prova emocionante foi da maratona Clássica da Grécia, em 2013. “Foi muito emocionante. Nós saímos de Maratona e o percurso acabava dentro do Estádio Olimpico, onde Vanderley Cordeiro correu pelo Brasil, nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, e nós entramos com a bandeira do Brasil”, recordou.

Maria Rita de Cássia também já conheceu vários países e diversas paisagens correndo ultramaratonas (corridas com percursos superiores a 42.195 km) desde 2008. Até hoje, ela já participou de quatro ultramaratonas internacionais e conheceu países como Estados Unidos, África do Sul, Índia. Uma das maratonas que Maria Rita destaca é a Grand to Grand, corrida que tem o Grand Canyon, nos EUA como cenário.


Corrida no Grand Canyon, em desafio e tanto

Grupos
Muitos grupos se reúnem também para maratonas no Brasil. O grupo Loucos por Corrida, por exemplo, está formando um grupo para correr a Maratona do Rio de Janeiro que será no dia 22 de julho. Até agora, já são 22 pessoas na caravana. “Esse é o segundo ano que vamos para a Maratona do Rio. A gente sempre vai três dias antes e fica, mais ou menos, três dias depois da prova para passear pela cidade”, explica James Silva, um dos integrantes do grupo.

Onde procurar
Antes de calçar os tênis e sair correndo em outros países, detalhes importantes como, passagens, inscrições da prova e hospedagem nos locais da maratona devem ser ajustados com antecedência. Para facilitar a vida de quem deseja participar dessas corridas, as agências de viagem já oferecem pacotes específicos para esse tipo de programa, que incluem passagens, hospedagem, roteiro turístico e até a inscrição da prova. Em Manaus, a demanda para esse tipo de pacotes não é grande, mas as agências podem fazer pacotes personalizados.

No Brasil, existem empresas que oferecem pacotes para corridas em países como Israel, Estados Unidos, Argentina entre outros. Estes variam do básico, com quatro dias de viagem, ao completo, onde o turista, além de participar da prova, tem dias livres após a maratona para conhecer o país. A maioria dos sites de maratonas já têm um espaço que direciona para companhias, inclusive brasileiras, que podem oferecer o serviço de pacotes individuais, duplo ou triplo.

Publicidade
Publicidade