Publicidade
Esportes
NATAÇÃO

Instituto Pedro Nicolas e La Salle vencem o 2º Circuito de Graduados de natação

Competição contou com mais de 200 atletas e com 11 clubes participantes, com direito a quebra de recordes mesmo em um sábado chuvoso 13/05/2018 às 17:59 - Atualizado em 13/05/2018 às 17:59
Show leonardo principal
Vários recordes foram quebrados na piscina do Clube do Trabalhador - Sesi (Fotos: Evandro Seixas/A crítica)
Jéssica Santos Manaus - AM

Um forte temporal caiu no último sábado (12), em Manaus, pouco antes da segunda edição do Circuito de Graduados de natação - Troféu Mairo Ramos (mirim/petiz) e Troféu Thiago Tinoco (infantil/sênior) e, se nas arquibancadas do Clube do Trabalhador - Sesi fazia um “friozinho”, dentro da piscina, o clima estava fervendo com as disputas dos nadadores, braçada a braçada. A competição realizada pela Federação amazonense de Desportos Aquáticos (Fada) reuniu 234 nadadores, e sagrou os clubes Ins. Pedro Nicolas (mirim/petiz) e La Salle (infantil/júnior) campeões.

Nem o temporal atrapalhou o rendimento dos atletas, que quebraram uma chuva de recordes. Pedro Afonso (Inst. Pedro Nicolas) é acostumado a estabelecer novas marcas, e no Circuito de Graduados, ele bateu três recordes da categoria infantil: nos 100m livre, com 57’69”, nos 200m livre, com 2’08”23 e nos 200 medley, com 2’26’59”. "Aqui alguns tempos foram melhores que o esperado, outros não, mas estou bem feliz”, conta ele, que termina a competição já pensando na próxima. Viajo para o Campeonato Brasileiro (em Santos - SP)na próxima semana, e espero ganhar quatro medalhas", ressalta. Ele disse que a chuvinha na competição foi até boa nesse sentido. "Vai estar frio lá, aqui também tá um pouco hoje, então já vou me acostumando".


Seu técnico Leandro Freire destaca que o Circuito serve como preparação para os Brasileiros e Norte-nordestes. "Temos o Pedro Afonso, que vai disputar o Brasileiro, em Santos, mas também temos uma galera mirim/petiz muito boa, que vai disputar o Norte-nordeste que leva o nome do nosso Pedro Nicolas, no próximo fim de semana, então, essa competição está sendo um treino de qualidade para esses atletas".


André Dantas, técnico da Aquática Amazonas, também usou a competição para alinhar os detalhes de provas com seus atletas que vão para os campeonatos pelo Brasil.

“Quase todos os nossos atletas conseguiram baixar seus tempos, e o destaque foi o Leonardo Pessoa, que baixou bastante sua marca no borboleta, e ainda venceu no nado peito, que não é especialidade dele. A competição foi primordial para alinhar ritmo e estratégia para as próximas”, destaca André.

Leonardo também era só alegria no pódio, após seu quarto ouro. "A chuva dificultou porque o corpo fica frio, mas fui muito bem, e atingi os resultados porque estou treinando muito para as competições que vem por aí", disse ele. 

Entre as meninas, Rafaela Soares (Olímpico Clube) foi uma das atletas que se destacou. Ela também falou da chuva, mas disse que tudo saiu conforme o previsto.

"A chuva atrapalha por conta do frio, a água fica mais gelada, o corpo fica travado, dás nervosismo, mas foi tranquilo. Ganhei quatro medalhas, três de ouro, uma de prata, e fiquei feliz, foi bom. Minha próxima competição será o Brasileiro em Santos, e espero ir muito bem".

Publicidade
Publicidade