Publicidade
Esportes
Craque

‘Insurreição penarolense’: Jogadores pedem e diretoria do Penarol readmite Piter

Jogadores do Leão da Velha Serpa foram contra a decisão dos dirigentes em demitir o treinador e decidiram apoiá-lo na reta final do Barezão. Com o apoio do elenco, Piter segue no comando do Penarol 02/06/2015 às 15:13
Show 1
Elenco do Penarol interviu em favor do técnico Marcos Piter e diretoria readmitiu o treinador.
Denir Simplício Manaus (AM)

"Grupo fechado com o Piter". A frase é do volante Filipe Cristiano, que foi um dos líderes do elenco do Penarol na reunião da manhã desta terça-feira (2) que decidiu pela permanência de Marcos Piter como treinador da equipe no restante do Campeonato Amazonense. O encontro entre diretoria e jogadores parece ter colocado um ponto final na "turbulência" que se abateu sobre a equipe depois da derrota para o Nacional no último fim de semana.

Uma nota oficial no site do clube anunciou a demissão de Marcos Piter no início da manhã desta terça. No entanto, o grupo de jogadores do Penarol pediu uma reunião com a cúpula do Leão da Velha Serpa e interpelou pelo comandante.

"Tá sim, com certeza (elenco apoiando o técnico). Sabemos que nossa missão no próximo jogo é difícil, mas não impossível. Ele (Piter) esteve junto com todo o elenco desde o começo e achamos que sem ele seria mais difícil reverter esse placar”, comentou Filipe Cristiano.

A reunião ocorreu com a presença dos jogadores, comissão técnica e dirigentes do Penarol. A presidente do clube, Patrícia Serudo, está em Manaus e participou via celular. Cristiano lembrou que Piter está com o grupo nas vitórias e derrotas e mesmo com a diretoria contra, o elenco tem opinião própria e pediu pela permanência do comandante.


"Piter é um cara que está junto da gente nos apoiando na derrota, na vitória. A gente até  compreende a decisão da diretoria, mas os jogadores temos a nossa (opinião) e nessa reunião conversamos. Foi uma reunião muito tranquila e a diretoria ouviu a nossa opinião e voltou atrás", disse o volante.

Filipe Cristiano afirmou que a reunião transcorreu na maior tranquilidade e a direção penarolense aceitou o pedido dos atletas. "A diretoria, que dentro do possível, esteve ao nosso lado, nos ouviu e acatou o nosso pedido", afirmou.

Missão difícil
Um dos melhores jogadores do Leão da Velha Serpa no campeonato, Filipe sabe que a derrota abalou o elenco. No entanto, o grupo de atletas do Penarol sabe que pode fazer uma grande partida contra o Naça. "O grupo está tranquilo e depois de uma derrota, eu te falo que está tudo bem? Não está! Mas sabemos que só a gente que pode dar a volta por cima, e no mínimo fazer um grande jogo contra o Nacional", explicou.


"Vamos ter que ser quase perfeitos pra conseguir uma virada. Mas se temos chance, vamos até o final", pontuou o jogador, se esquivando de uma possível negativa por parte da diretoria. "Aí só eles (diretoria) mantendo ( demissão) pra saber. Mas deu tudo certo, foi tudo resolvido e vamos pra esse jogo de volta com todos juntos”, finalizou.

Nacional e Penarol voltam à campo no próximo sábado (7), às 15h, na Colina, pela partida de volta das semifinais do Campeonato Amazonense.

Publicidade
Publicidade