Publicidade
Esportes
Peladão Brahma

Invicto, Atlético New City conta com união para ser imbatível no Peladão 2016

Inspirados no Atlético de Madrid, o time mostra como a amizade e a união podem fazer toda a diferença na disputa. Eles ainda não perderam no torneio 14/10/2016 às 16:04 - Atualizado em 14/10/2016 às 17:16
Show zcr0214 01f
Muitos dos jogadores do Atlético jogam juntos desde o colégio (Foto: Antônio Lima)
Camila Leonel Manaus (AM)

A camisa e o escudo do Atlético New City são inspiradas no Atlético de Madri, time espanhol. Mas essa não é a única semelhança que o time do Núcleo 16, na Cidade Nova, e o xará famoso. As duas equipes estão invictas nos campeonatos que disputam. O Atlético de Madri, na Liga Espanhola possui quatro vitória e três empates em sete jogos. O New City tem três vitórias em três jogos, oito gols marcados e nenhum sofrido.

Apesar de ter sido montada no início do ano, os jogadores já são amigos de longa data, dentro e fora de campo.

“Eles vêm com uma história. Os meninos do New City foram duas vezes campeões do Jeas (Jogos Escolares do Amazonas) dos 15 aos 17 anos. A partir daí começaram a brincar de futebol com os adultos e oficializamos o Peladão adulto e começamos então esse projeto que está com quatro meses”, explicou Ederson Sarmento, um dos coordenadores do time.

Além da amizade, o time está inserido em outro contexto, o de um projeto que acontece às segundas e quartas no campo do Chapéu de Zinco, no núcleo 16, e envolve escolinha de futebol para crianças, torneios de futebol feminino e em outras categorias, tudo para tirar os jovens da comunidade da ociosidade.

Bom início

Na chave 72, o time da Cidade Nova venceu os três jogos que disputou, mas apesar dos números favoráveis, não foi tão fácil assim chegar invicto.

O primeiro jogo foi contra o River Plate do Núcleo 3. Vitória por 2 a 0, na base da superação.

“Aconteceu de não conseguir inscrever todos no período e teve apenas 10 jogadores inscritos e não teve reservas. Foi um jogo de superação pois todos jogaram os dois tempos, sem substituições”, disse Ederson.

Na segunda partida, já com mais jogadores inscritos, o New City aplicou uma goleada de 5 a 0 no Borússia 04.  Na última partida, no km 3, eles enfrentaram a Fazenda São Pedro e venceram por 1 a 0. “A gente fez um gol e retrancou tudinho e foi só pressão no resto do jogo, mas a gente conseguiu se segurar”, relembra o zagueiro Álvaro Carvalho.

A receita para o sucesso além do esquema tático e entrosamento, é o envolvimento das pessoas com o time.

“A gente costuma chamar o Atlético New City de família. Tem o respeito, a convivência fora de campo que trouxeram da escola adquirida e dentro da comunidade. Passamos a envolver as esposas, namoradas então é um trabalho de muita conversa e toda família tem os seus desentendimentos, então a gente procura resolver os nossos problemas antes de entrar em campo. Somos uma família”.

Uma longa história

Para se entender a união do Atlético New City, é só prestar atenção em alguns casos de convivência de longa data. Isso acontece com os jogadores Paulo Tito (centroavante), Rodrigo (volante), Tiago (meio campo) e Luciano Botelho (atacante). Os quatro jogam juntos desde 2009. A parceria no jogo começou na escola Artur Soares Amorim.

“Eu acho que o projeto que foi  feito pelo fato da gente estar jogando junto há muito tempo. Não chamaram aleatório e como a gente sempre jogou junto, facilitou muito o entrosamento. Ajuda porque a gente não se encontra só aqui, a gente sai pra outros lugares, já estudamos juntos”, disse Paulo Tito, que disse que a resenha persiste após os treinos. “O professor compra um barezinho com bolacha e a gente fica conversando sobre as partidas”.

Outro caso de entrosamento é o dos irmãos Álvaro (zagueiro) e Leandro (atacante) Carvalho. Os irmãos jogam em setores diferentes, mas têm o mesmo número de gols: dois.

Publicidade
Publicidade